in ,

Câmara LGBT lança Programa Fornecedores Diversos para dar destaque para fornecedores LGBTI+

fornecedores diversos e1617991856376
Fairmont

A Câmara de Comércio e Turismo LGBT do Brasil lançou o programa Fornecedores Diversos. Com inscrições gratuitas, o programa tem como missão promover a diversidade na cadeia de suprimentos através de uma política afirmativa de fomento para micros, pequenas e médias empresas com capital societário LGBT+ acima de 51%.

O programa já existe de forma consolidada no âmbito internacional. O projeto encabeçado pela Câmara Americana de Comércio LGBT (NGLCC) agora também contemplará as empresas para empresas majoritariamente em nome de LGBTI+ no Brasil graças a parceria com a Câmara brasileira de Comércio e Turismo LGBT.

“O programa Fornecedor Diversos é na verdade uma demanda muito grande que existe nas grandes corporações que estão no Brasil e as brasileiras que trabalham com a diversidade e inclusão na cadeia de valor, ou seja, que querem comprar produtos e serviços de empresários diversos, mas também era um desejo da Câmara, porque outras câmaras, principalmente e americana, que é a mãe de todo esse processo, já faz isso há mais de uma década.” explicou Ricardo Gomes, presidente da Câmara de Comércio e Turismo LGBT do Brasil.

VILA GALÉ RIO – LGBT
VILA GALÉ SP – LGBT
Fornecedores diversos
Ao centro, Ricardo Gomes, presidente de Câmara de Comércio e Turismo LGBT do Brasil

O projeto visa favorecer micro, pequenas e médias empresas, colocando-as em contato direto com mega corporações com objetivo de ampliar o fornecimento de produtos e serviços para essas empresas.

” Temos aí também uma chance para que os micros, pequenos e médios empresários possam atender grandes corporações vendendo seus produtos, ou seja, é a diversidade chegando na cadeia de valor, na cadeia de suprimento dos negócios”, finaliza Gomes, para a ViaG.

+ Câmara de Comércio e Turismo LGBT é vítima de ataque de jornalista da Sananduva 97.7 FM

+ Câmara de Comércio e Turismo LGBT anuncia novo Diretor de Turismo e Diretora de Comunicação

+ Fórum de Turismo LGBT do Brasil divulga a data de sua 5º edição. Confira!

Como Funciona o Programa Fornecedores Diversos

No Programa Fornecedores Diversos, as empresas credenciadas com capital societário LGBTI+ vão ter acesso a contatos com representantes corporativos e profissionais para começar a construir relacionamentos estratégicos, além de terem acesso a novos negócios, mercados e oportunidades de parceria.

Mar Ipanema Gif

Ao entrar no site do Programa Fornecedores Diversos, a empresa vai preencher gratuitamente um cadastro para a emissão do documento de credenciação. Após a análise de documentos, o empreendimento estará legitimado a participar de projetos e programas destinados a fornecedores LGBTI+ e estará disponível no banco de dados para que grandes corporações tenham acesso a este fornecedor.

Esse documento emitido pela Câmara LGBT é que legitima as empresas para que sejam aceitas pelas grandes corporações como empresas LGBT.

Na atualidade brasileira, a política afirmativa contempla empresas formadas por mulheres, índios, negros, quilombolas e PCDs (pessoas com deficiência) na maioria de capital societário. No entanto, faltava no país o cadastro de empresas que tivesse maioria dos sócios LGBTI+.

Sendo assim, por ser um cadastro rápido e gratuito, esse banco de dados estará disponível a grandes corporações que são associadas e/ou que se associarem e que queiram trabalhar com esses fornecedores. O Programa Fornecedores Diversos visa estimular relacionamentos estratégicos e a construção de negócios.

Existe um trabalho sendo desenvolvido por empresas dos mais variados segmentos que já trabalham com a diversidade na cadeia de suprimentos e tem programas de mentoria, capacitação e até de suporte financeiro para contribuir com o crescimento de empresas comandadas por grupos que se enquadram nestes projetos.

O Programa Fornecedores Diversos da Câmara LGBT segue o modelo de sucesso da entidade americana que conta com a divisão internacional, NGLCC Global, responsável por capacitar e incentivar as afiliadas globais a desenvolverem seus próprios programas de registro e certificação de negócios LGBT, com base no modelo comprovado e seguindo padrões e procedimentos já estabelecidos e aprovados.

Para Justin Nelson, presidente e co-fundador da NGLCC, é de suma importância apoiar o trabalho das afiliadas globais no desenvolvimento de seus próprios programas de negócios LGBTI+, que na maioria das vezes, inicia seus programas com autoregistro, como o Programa de Provedores Diversos da Câmara LGBT do Brasil.

MS

Escrito por alexbernardes