in ,

Coletivo Amem e Casa Natura Musical apresentam Pajuball em Casa

Casa Natura Musical
Edson Vogue

Propondo a união da cultura Ballroom e o dialeto Pajubá, a Pajuball realiza a sua segunda edição em parceria com a Casa Natura Musical. A programação da noite começa às 21h, com a live Histórias pretas na Ballroom, com participação da educadora criativa e modelo carioca Jacqueline Ayo e mediação de Rhany Mercês, Miss Minas Gerais Trans Plus Size 2020.

Às 21h30, terá início uma Festa Amem online que funcionará como um baile voguing virtual. Billa Domitila Mutatis Zion será mestre de cerimônia da festa, que terá sets des DJs Lorrany (SP) e Orí (DF), além de performances de voguing de Edson Vogue (PE), Yagaga Kengaral Revlon (CE) e Brunessa Candace Zion (SP). A comentarista da festa será Glamourosa Black Velvet.

Casa Natura Musical
Brunessa Candaces Zion

+Festival Plural -Música e Diversidade – Agita o mês de Julho

+Festival Mix Brasil lança plataforma gratuita de filmes LGBT

+Conheça Hamilton, o melhor musical da Broadway na atualidade

A festa acontecerá no aplicativo Zoom via Sympla. Toda a receita arrecadada com a venda de ingressos será repassada ao #AmemEmCasa, projeto criado pelo Coletivo Amem para ajudar pessoas negras LGBTQ+ em tempos de isolamento social.

Além disso, será disponibilizado pela Casa um lote de ingressos gratuitos para quem quiser participar, mas estiver sem condições de contribuir financeiramente. A ação também incentiva a circulação de renda entre artistas independentes que estão em busca de plataformas para seguir realizando seus trabalhos.

Pajuball Em Casa começou em junho passado através de parceria entre a Casa e os artistas e produtores Flip Couto e Félix Pimenta, membros do Coletivo Amem e dois dos principais movimentadores da cena ballroom em São Paulo. As Balls são bailes que surgiram em meados dos anos 60, realizados pela comunidade LGBTQ+ negra e latina de Nova Iorque, dando origem à cultura House Ballroom, que traz em sua essência possibilidades de performances baseada em identidades de gênero, raça e sexualidade.

Os bailes trazem ainda competições de moda, dança e música centradas no voguing, dança baseada nas poses das modelos da revista Vogue. Já o Pajubá, que também nomeio o evento, é uma linguagem em códigos criada pela comunidade LGBTQ+ como uma forma de resistência e comunicação que utiliza termos de origem nagô e iorubá.

Serviço

Pajuball em Casa

24 de julho, sexta-feira, no IG @casanaturamusical

21h Bate Papo: Mediação de Rhany Mercês
Histórias pretas na Ballroom com Ayo Alafia

21h30 Festa Amem (Sympla_Zoom)
Acesso com contribuição de ingressos (Pré-venda pelas redes da Festa Amem e Ballroom SP)
Mc: Billa Domitila Mutatis Zion
Dj: Lorrany (SP)
Dj: Orí (DF)

Vogue Performances – Três Categorias
Edson Vogue (PE)
Yagaga Kengaral Revlon(CE)
Brunessa Candace Zion (SP)

Comentários: Glamourosa Black Velvet

Sobre a Casa Natura Musical

Com mais de 400 shows de 200 artistas diferentes, a Casa Natura Musical completa três anos em 2020. Inaugurada em maio de 2017, a Casa dá voz a diferentes ritmos, movimentos e artistas por meio de uma programação pulsante e plural. Mais que uma casa de shows, a Casa Natura Musical atua como um equipamento cultural, promovendo reflexões com o público em busca de um mundo mais diverso, inclusivo e sustentável através de shows, eventos especiais, mostras de arte digital e conteúdos nos canais de comunicação.

Natura Musical é a principal plataforma de patrocínio da marca Natura. Desde seu lançamento, em 2005, o programa investiu cerca de R$ 159 milhões no patrocínio de 467 projetos – entre CDs, DVDs, shows, livros, acervos digitais, documentários e projetos de fomento à cena. Os trabalhos artísticos renovam o repertório musical do País e são reconhecidos em listas e premiações nacionais e internacionais. Em 2020, o edital do programa selecionou 41 projetos em todo o Brasil.

A plataforma digital do programa leva conteúdo inédito sobre música e comportamento para mais de meio milhão de seguidores nas redes sociais. Em São Paulo, a Casa Natura Musical se tornou uma vitrine permanente da música brasileira, com cerca de 120 shows ao longo de 2019.

Durante o período de suspensão de atividades presenciais em decorrência da pandemia causada pelo novo coronavírus, a Casa Natura Musical transferiu a sua programação para as redes sociais. Com a transmissão de lives que mesclam música e bate-papos, a Casa Natura Musical rompeu as barreiras geográficas que um palco físico impõe e tem alcançado novos públicos em todo o Brasil e na América Latina.

Axel Miami – Banner

Escrito por alexbernardes