in , ,

LoveLove

Festival Mix Brasil lança plataforma gratuita de filmes LGBT

festival mix brasil

Maior evento de filmes com temática LGBT da America Latina, o Festival Mix Brasil lançou recentemente sua plataforma de streaming para exibição gratuita de curtas e longas-metragens.

A plataforma com o nome de Mix Brasil Play possui mais de 60 títulos que já foram exibidos em edições anteriores do festival. Entre as produções, se encontram Meu Amigo Claudia, Batguano e Que Olhos Ruins Não te Enxerguem.

+Tivoli Mofarrej São Paulo faz homenagem à comunidade LGBT

+Séries LGBT+ da Netflix ajudam na aceitação da comunidade LGBT+, diz pequisa

+Chega ao Brasil edição especial de perfume LGBT de Jean Paul Gaultier

O Mix Brasil Play ainda apresenta uma extensa lista de curtas-metragens, documentários, além dos vencedores do irreverente show do gongo. O streaming arquivará o acervo online e também será utilizado para hospedar os filmes da edição 2020 do festival.

MIXBRASIL PLAY
Novo canal estreia com 60 longas, curtas, peças de teatro com temática lgbtqia+  e acesso gratuito
O Festival MixBrasil de Cultura da Diversidade, o maior evento cultural da América Latina com foco em filmes LGBTQIA+, reforça seu compromisso com a comunidade neste Mês do Orgulho e lança a plataforma MixBrasil Play (mixbrasil.org.br/play). O streaming estreia com mais de 60 produções, entre curtas e longas-metragens que já passaram pelo evento e peças de teatro.
“O projeto de criar um acervo online é algo que sempre tivemos em mente, mas agora se tornou urgente. Não apenas por conta da pandemia, mas também pela necessidade da visibilidade e democratização da cultura, sobretudo da arte da diversidade. A plataforma está no ar mesmo sem um patrocinador ainda”, conta André Fischer, que fundou o Festival Mix Brasil em 1993.

Esse ano o Festival Mix Brasil será online, entre os dias 11 a 22 de novembro. Apesar da pandemia do covid-19, a organização do evento ainda não descartou a possibilidade de exibição em salas de cinema.

Mix Brasil

 

Fórum de Turismo LGBT Top

Escrito por alexbernardes