in ,

Governo de Portugal reforça financiamento de projetos LGBT

Portugal
Fairmont

O Governo de Portugal vai reforçar em 50 mil euros o financiamento de projetos LGBT. Serão contempladas organizações que atuem na defesa dos direitos das pessoas lésbicas, gays, bissexuais, trans e intersexo (LGBTI), anunciou esta sexta-feira o gabinete da secretária de Estado da Igualdade.

“A renovação desta linha de apoio revela o empenho do Governo no reconhecimento do impacto do trabalho da sociedade civil com ampla experiência no terreno e do seu papel ativo na concretização dos objetivos inscritos na Estratégia Nacional Portugal + Igual”, afirmou Rosa Monteiro, secretária de Estado para Cidadania e Igual de Portugal.

+ Turismo LGBT: Portugal lança sua primeira campanha focada no segmento

VILA GALÉ SP – LGBT
VILA GALÉ RIO – LGBT

+ Em busca do mercado LGBT, Portugal entra na corrida para receber a EuroPride 2022

+ Conheça a Variações, associação que está inserindo Portugal no mapa do turismo LGBT+

A medida anunciada por um comunicado do gabinete informa que a verba de 50 mil euros surge através de uma linha de apoio técnico e financeiro lançada hoje (26/02), através da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género (CIG).

“Esta linha de financiamento acresce às verbas já disponibilizadas para esta área, no âmbito em 2020, de mais de 1 milhão e meio de euros para apoio financeiro e técnico a organizações da sociedade civil, formação de públicos estratégicos e para as estruturas de atendimento e vagas de emergência, diz o gabinete de Rosa Monteiro.

O comunicado ainda informa que “o financiamento se reserva a projetos, medidas ou ações de organizações da sociedade civil que atuam no âmbito da defesa e promoção dos direitos das pessoas, lésbicas, gays, bissexuais, trans e intersexo (LGBTI)”.

De acordo com a informação divulgada, tanto projetos de apoio direto a pessoas LGBTI vítimas de discriminação e violência, como a elaboração de materiais para profissionais e ações de formação, podem ser contemplados pela verba.

As inscrições para o financiamento de projetos LGBT podem ser feitas até dia 26 de março.

Citada no comunicado, a secretária de Estado Rosa Monteiro sublinha que esta linha de apoio é o reconhecimento do papel fundamental destas organizações na prevenção e no combate a todas as formas de discriminação e violência contra as pessoas lésbicas, gays, bissexuais, trans e intersexo e uma afirmação clara de que a igualdade plena só é possível com a participação ativa da sociedade civil”.

GUIA LGBT RECIFE

Escrito por alexbernardes