in ,

Flórida segue sendo paraíso para turistas LGBT nos Estados Unidos

florida
Fairmont

O estado da Flórida, nos Estados Unidos, é uma unanimidade quando falamos sobre estrutura e promoção turística. Destino já consagrado para os turistas brasileiros, em 2020 a Flórida se tornou o segundo maior mercado emissor, de acordo com Dana Young, a CEO do Visit Florida, órgão responsável pela promoção turística da região.

O estado é também um destaque quando falamos em turismo LGBT. De acordo com Brianna Barnebee e Meagan Dougherty Lowe, relações públicas do Visit Florida, em 2019, 4% dos visitantes americanos que estiveram no destino se identificaram como LGBTQIA+, um aumento de 2,7% em relação a 2016.

+ Fórum de Turismo LGBT do Brasil define os temas para edição 2021. Confira!

VILA GALÉ RIO – LGBT
VILA GALÉ SP – LGBT

+ Mato Grosso do Sul confirma novidades para o Fórum de Turismo LGBT do Brasil

+ Hotel em Miami: Rede Axel Hotels inaugura unidade com super promoção. Confira!

Além disso, a Flórida teve um market share de 6% de todos os viajantes domésticos LGBTQIA+ nos EUA em 2019, sendo a terceira maior participação nos EUA. A informação foi passada em exclusiva para a ViaG durante o  Brazil Florida Fest, evento virtual realizado na semana passada com o objetivo de promover o estado americano para o mercado brasileiro.

Todavia, o destino não tem um levantamento de dados de quantos brasileiros da comunidade LGBTQIA+ desembarcam por lá todos os anos, mas pelas informações passadas, são quase 5 milhões de americanos LGBTQIA+ que chegam anualmente em busca do clima amigável e das inúmeras atrações que o destino proporciona para esse perfil de turista.

” O destino todo é LGBT+ friendly, em cada canto da Flórida é possível encontrar atrações, centros culturais, festivais, hotéis, bares e restaurantes que celebram os membros da comunidade LGBTQIA+. Claro, que os grandes centros com mais força, mas em qualquer lugar que você for, você será bem recibo”, destacou Brianna.

Principais Destinos LGBT+ Friendly na Flórida

E se tem uma coisa que a Flórida sabe fazer é o jus a sua fama de destino LGBT+ friendly. Em Fort Lauderdale, a cidade vizinha de Wilton Manors oferece mais de 200 hotéis, pousadas, bares, restaurantes, clubes e lojas de proprietários LGBTQIA+. Desde 1977 a cidade sedia a Pride Fort Lauderdale, com uma semana de intensa programação de festas, dança, música ao vivo e feiras de rua.

Mar Ipanema Gif

As praias de Fort Lauderdale se estendem por 3 quilômetros, mas a preferida é Sebastian Street Beach, no trecho em frente ao Ritz-Carlton. Para um programa cultural depois da praia, vá ao Stonewall National Museum & Archives, conhecido como o “Smithsonian da comunidade LGBTQ”. Trata-se da maior biblioteca e arquivo LGBTQ dos Estados Unidos, com exposições que incluem itens de destaque em seu acervo como as botas vermelhas usadas pelo ator Billy Porter no musical Kinky Boots.

Apelidada de Riviera Gay, Miami Beach ostenta a bandeira do arco-íris há décadas. Tanto que em 1992 a cidade aprovou a primeira lei da Flórida proibindo a discriminação com base na orientação sexual e depois inaugurou o primeiro Centro de Visitantes LGBTQ dos Estados Unidos – ele fica localizado na esquina da 11th Street com a Washington Avenue.

A 12th Street Beach de South Beach (na esquina da 12 Street com a Ocean Drive) é um destino de praia muito amigável para o público LGBTQ. Em março acontece a Winter Party, a maior festa LGBTQ em praia da América do Norte. O passeio Gay & Lesbian Walking Tour apresenta a contribuição da comunidade LGBTQ para a história de Miami Beach e ainda passa por hot spots da cultura LGBTQ. Clique aqui para saber mais.

Já a paradisíaca Key West costuma ser citada repetidamente entre os melhores destinos para férias pelo público LGBTQ. Ao lado de lojas e butiques, a maioria dos bares LGBTQ está na Duval Street, onde há divertidos shows de drag queens. No trecho conhecido como Pink Triangle, bandeiras com o arco-íris dão as boas-vindas a todos. A Smathers Beach fica a uma curta distância dos bares da Duval Street e é a preferida dos viajantes LGBTQIA+.

Entre os eventos mais importantes estão a Pridefest, que dura uma semana inteira em junho, a WomenFest, com beach parties em setembro e a FantasyFest, uma celebração de cinco dias em outubro com concurso de fantasia, feiras de rua e um grande desfile de encerramento com carros alegóricos. .

Saint Petersburg é outro destino que está entre os mais amigáveis para a comunidade LGBTQIA+. St. Petersburg oferece férias perfeitas, com suas praias de areia branca e mar de água transparente. A boêmia Sunset Beach, no extremo sul de Treasure Island, tem um pôr do sol inesquecível. Também é famosa por seus bares à beira-mar e festas de domingo na praia.

O coração LGBTQ de St. Pete é o Grand Central District e o bairro adjacente de Kenwood (que os moradores chamam de “gayborhood”). Kenwood está repleta de casas antigas da década de 1920, que foram revitalizadas com o ressurgimento da área. O Grand Central reúne mais de 70 estabelecimentos LGBTQ friendly, entre lojas de antiguidades e decoração, galerias de arte, butiques, bares e restaurantes. É aqui que acontece todo ano, no último sábado de junho, uma das maiores paradas LGBTQ da Flórida, a Pride in Paradise. Clique aqui para saber mais.

Na região conhecida como Paradise Cost, formada por Naples, Marco Island e The Eveglads, recentemente foi inaugurado o centro LGBTQ em Naples, com foco em dar suporte à comunidade das mais diversas formas. Além disso, a região oferece uma variedade enorme de eventos culturais e lazer que são pensados exclusivamente para a comunidade LGBTQIA+.

MS

Escrito por alexbernardes