in ,

LoveLove

Opinião – Discussão no Leblon: homofobia ou moralismo?

Discussão no Leblon
Foto Divulgação

 

Por: Fabio Shakall

Após a enorme repercussão do vídeo da discussão no Leblon onde uma mulher de biquíni é atingida por uma garrafa d’água por outra mulher, os prós e os contras começaram a brotar em todas as redes sociais e como sempre os diplomados em “sociologia de facebook” se metem a palpitar misturando opiniões estapafúrdias com análises mais precisas.

As vozes mais sensatas, da qual faço coro, sempre atentam inicialmente para a cena do bar como um todo: “Ué, a pandemia acabou?” A verdade nua e crua é que essas pessoas que estavam no bar, escolheram deliberadamente estar ali, ou seja, se expor ao risco, ainda que bem mais atenuado, mas existente.

+ Famoso na comunidade LGBT+, programa Chá dos 5 chega à Tv aberta esta semana

+ Luis Miranda vive Madame Sheila em espetáculo de teatro online

+ Bafo: Burger King e McDonald’s se beijam em campanha LGBTI+

Então passam 2 mulheres de biquíni se beijando em um conversível e uma mãe não gosta da cena e acha que agredir solucione seu desagrado. Mas ela tem esse direito? Temos nós o direito de partir para agressão quando vemos algo que não gostamos?

Por outro lado, qual o problema de ver 2 pessoas se beijando? Se for o fato de serem 2 mulheres então é claramente homofobia. Se fosse um casal hétero seria problema? Afinal, homofobia ou moralismo?

Há quem queira argumentar citando os trajes, o malditos biquinis, provocadores, que despertam a libido no seio da sagrada família tradicional.

Oh, pecado capital.

Mas aqui vale a pena lembrar o contexto do local. Estamos no Rio, onde as pessoas costumam naturalmente andar em trajes de banho ao ir ou vir da praia. 

A questão da escolha de onde estar é um ponto importante aqui, porque quando escolhemos estar em lugares públicos, escolhemos estar sujeitos ao que a rua, a vida nos mostra, seja bela ou não.

Ou seja, o vídeo é uma somatória de erros, desde um bar em plena pandemia até a agressão somando as argumentações idiotas que suscita como o caso do biquíni no que se conclui que o falso moralismo voltou com a mesma velha face hipócrita de sempre.
Miséria e flagelo nas ruas pode, beijos de duas mulheres não!
fabio.shakall.sp.10.2020

Festuris 2020

Escrito por fabioshakall