in , ,

Um passeio cultural por Belo Horizonte

O Complexo da Pampulha dá um charme à capital mineira
O Complexo da Pampulha dá um charme à capital mineira

 

 

O ar mineiro em meio a uma grande metrópole dá um charme a mais na atual Belo Horizonte. A capital é conhecida por manter intacta boa parte da historia e cultura de Minas. Quem conhece bem a cidade sabe que visitar alguns dos pontos famosos da cidade pode ser muito prazeroso. Um deles é a Praça da Liberdade, na região da Savassi. Os edifícios construídos ao lado da Praça viraram espaços culturais e museus, tornando o local um ótimo roteiro de passeio para belo-horizontinos e turistas.

 

Aqui, é possível conhecer lugares como o Memorial Minas Gerais Vale, Centro de Arte Popular Cemig, Museu Mineiro, Museu das Minas e do Metal e o Palácio da Liberdade. A arquitetura e o paisagismo da Praça se chocam com o encontro de avenidas movimentadas da cidade como a Brasil e a João Pinheiro. Seus jardins lembram o Palácio de Versalhes, na França, e só de vê-lo em fotos já te dá aquela vontade de caminhar por lá acompanhado de alguém especial. À noite a iluminação fica um show à parte, principalmente nessa época do ano.

 

Rodear uma das praças mais bonitas do país com arte e entretenimento foi uma grande sacada do governo, dando aos mineiros uma grande área de lazer. Outro ponto imperdível é o Complexo da Pampulha. A Lagoa é um eterno cartão postal da cidade e também é cercada de atrações bacanas. Prepare a máquina fotográfica e o celular, pois o complexo projetado por Oscar Niemeyer inclui: o Museu de Arte, Igreja São Francisco de Assis, Iate Tênis Clube, Casa de Baile, Lagoa, Jardim Zoológico, Parque, Mineirão e o Mineirinho. Haja bateria para tantas fotos. O museu, que atualmente se dedica a arte contemporânea, foi construído por Niemeyer na época do governador Juscelino Kubitschek e antes do jogo ser proibido no Brasil funcionava como cassino. Atraiu jogadores de várias parte do Brasil, movimentando a vida noturna de BH. Até hoje ainda é conhecido como o “Cassino da Pampulha”. Os jardins externos são lindos e atualmente sua estrutura abriga Bibliotecas, cafés e salas de multimídia.

 

Essa preocupação dos mineiros com a cultura também se reflete em números quando falamos de educação. A cidade é a capital brasileira com o menor índice de analfabetismo. Mais de 96 % da pulação da cidade passou pela escola. Isso faz quem é de fora entender o jeito educado, charmoso e receptivo do povo de Belo Horizonte, a capital nacional da cultura.

 

 

 

Vila Galé – Fortaleza

Escrito por alexbernardes