in

Semana da Diversidade de Salvador vem aí. Saiba o que fazer em Salvador

Orixas

Sob a proteção dos orixás. Saiba o que fazer em Salvador.

A liberdade pulsa forte em Salvador. A brisa do mar aliada ao calor e à beleza dos corpos esculturais, bronzeados, seduzem e encantam até os insensíveis. O mundo mágico que se desbrava em cada canto da cidade dimensiona o poder inebriante das divindades religiosas que protegem e enfeitiçam o visitante.

Salvador
Simpatia baiana reconhecida mundialmente

A melhor palavra para definir a energia emanada pelos soteropolitanos é a hospitalidade. De uma simpatia ímpar, os habitantes da capital baiana são um exemplo de carinho e conforto aos turistas que por lá chegam aos milhares. Sorridentes e receptivos estão sempre prontos para auxiliar e, em muitas ocasiões, deixam de lado o que estão fazendo para acompanhar os forasteiros até este ou aquele ponto turístico.

Pelourinho
Turistas curtem o Pelourinho

Um bom começo para entrar no ritmo da cidade é apreciar o pôr-do-sol no Farol da Barra. A paisagem é indescritível. O astro-rei despejando os últimos raios do dia no horizonte do oceano deixa o mar dourado, o barulho das ondas e o som do berimbau afinando a brisa que sopra transformam tudo num eterno romance sensual. O local é ideal para namorar e trocar carinho num ambiente totalmente liberal. O amor reina no final da tarde no farol.

Por do Sol Farol da Barra
Por do Sol Farol da Barra

Em meio às centenas de pessoas que por ali acompanham o final do dia estão grupo de amigos, casais héteros e homossexuais, crianças, famílias inteiras, turistas, trabalhadores das mais diversas áreas aproveitando o final da jornada para o banho de raios de sol.

Farol

A temperatura está sempre agradável e a benção ao visitante é dada já na entrada da cidade para os que chegam pelo Aeroporto Internacional deputado Luiz Eduardo Magalhães ou, como é conhecido, Aeroporto Dois de Julho. Um túnel formado por bambuzais insinua mistério e fantasia. O acesso é digno de fotografia. Aliás, digno de elogios é o trabalho desenvolvido pela BahiaTursa, empresa mista de turismo do Estado, que investe pesado na dinamização e criação de roteiros turísticos e, em especial, voltados para o público GLS.

5506640720 8e0ae574c1 o Small

Com inúmeras praias, a cidade possui algumas preferidas pelo universo gay. A mais próxima do centro é a do Porto da Barra, que antecede a da Barra. É uma praia pequena com um mar de fazer inveja, sem ondas, cheia de barcos e com a Ilha de Itaparica ao fundo. O local é disputado por gays, lésbicas, bissexuais, transex, modernos e hippies que lotam a área nos fins de semana. Antigo reduto de artistas e descolados na década de 70, o praia do Porto oferece opções de bebida e comida, além de possibilitar encontros com celebridades.  No canto direito da praia está o deleite para os admiradores de belos corpos, de gente sarada e vip.

Praia do Porto da Barra

Ainda na orla, fica a Praia dos Artistas, na Boca do Rio, local assumidamente gay onde a ferveção rola solta principalmente entre o Ano Novo e o Carnaval.  Uma das barracas mais conhecidas é a Aruba e a barraca República, com direito a shows de drag e música eletrônica.

Mas é em Stella Maris (a 30 minutos de carro do centro) onde estão os points mais produzidos. Um deleite para gregos e troianos. A concentração de gente bonita e de bem com a vida vale a visita. É obrigatória a passada na Barraca do Loro, um lounge para descolados e com uma passarela de corpos sarados e gente famosa. Um painel numa das paredes da casa registra imagens de centenas de celebridades que passam por lá. A liberdade é total. Casais de meninas e meninos desfrutam ali o que de melhor o litoral norte de Salvador oferece.

Estela Maris

No caminho de volta para a Barra, a dica é comer acarajé na barraca da Cira, no Largo da Sereia, em Itapuã, por apenas seis reais a unidade. Com mais de 40 anos de experiência, Cira é uma das baianas mais famosas de Salvador. Acarajés e outros pratos típicos como abarás e bolinhos de estudante fazem parte dos deliciosos quitutes preparados pela baiana. Tem, também, a barraca da Dinha, no Rio Vermelho, onde o produto disputa o sabor e o título de campeão da cidade. Não se arrependa: prove dos dois lugares. O Rio Vermelho possui inúmeros restaurantes e points disputados pela galera animada.

BAIANAS DE ACARAJÉ Na foto: Acarajé da cira Foto: Sebastião Bisneto I AG. ATARDE Data: 26 I 12 I 08
Acarajé da cira Foto: Sebastião Bisneto

Para quem prefere uma praia mais reservada, rodeada de rochas, a pedida é a do Buracão, no Rio Vermelho. Local perfeito para pegar um bronze e ver gente bonita, porém não possui infraestrutura de quiosques e restaurantes, o que a torna mais limpa também.

Elevador Carlos Lacerda
Elevador Carlos Lacerda

Quem curte uma pegação pode ir do final da tarde até a madrugada ao Jardim de Alah, Costa Azul, orla de Salvador. Segundo os frequentadores, a liberdade é total e não existe registro de violência. Mas, é bom tomar cuidado. Nada como um olho no gato e o outro no rato. Precaução é palavra de ordem.

 

Hapenning baiano

Os números são superlativos. A maior festa carnavalesca do planeta está em terras baianas. Nenhum carnaval atrai mais pessoas no mundo que o de Salvador: são cerca de um milhão de turistas. A capital baiana figura até no Guinness Book, o livro dos recordes, como o maior carnaval de rua do planeta, levando nada menos que 2,5 milhões de foliões para as vias públicas. Nesse total estão os próprios moradores da cidade, que, é claro, também botam pra quebrar.

Carnaval de Salvador
Circuito Barra – Ondina repleta de foliões durante o carnaval

Durante as 16 horas diárias de festa nos seis dias de carnaval, os milhões de foliões passam pelos circuitos Barra-Ondina, Campo Grande e Pelourinho. Para os mais endinheirados e os VIPs, o carnaval pode ser aproveitado nos badalados camarotes do circuito Barra-Ondina. Muitos deles all inclusive ou open bar. Agora, para quem tem disposição física, o bom mesmo é sair atrás do trio elétrico das divas do axé e também do público GLS como Daniela Mercury, que comanda o bloco Crocodilo, tradicionalmente com grande público de gays, o trio dos Mascarados e o da Claudia Leitte. Dezenas de trios desfilam com grandes nomes da música baiana, tais como Ivete Sangalo, Chiclete com Banana, Gilberto Gil, etc… Escolha o seu e caia na folia. Há também opções de música eletrônica, como o bloco Yes, comandado por renomados DJs internacionais.

 Daniela Mercury Foto: Luciano Carcará
Daniela Mercury
Foto: Luciano Carcará

Cultura

Dizem que Salvador tem uma igreja católica para cada dia do ano. Claro que é um exagero. Mas, dimensiona bastante a quantidade dessas construções espalhadas por todos os cantos. A maioria em estilo barroco, ostentando a riqueza do período colonial brasileiro. As principais o turista encontra no Pelourinho, ponto obrigatório de visitação.

A Igreja de São Francisco, toda forrada de ouro, é uma delas. Localizada no coração da cidade, a estrutura foi erguida entre os séculos XVII e XVIII e é considerada uma das mais singulares e ricas expressões do barroco brasileiro. A construção, tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN – é classificada como uma das sete maravilhas de origem portuguesa no mundo.

Situada diante do Largo do Cruzeiro que se articula com o Terreiro de Jesus, a igreja mostra influência da edificação jesuíta, austera no exterior e decorada com luxo no interior. O edifício foi construído em pedra calcária nas partes aparentes e arenito nas partes rebocadas. A igreja é especialmente preciosa pela exuberante decoração interna. Calcula-se que foi usada uma tonelada de ouro nos douramentos.

O Museu de Arte Moderna da Bahia – MAM deve fazer parte do roteiro de visitação. Está localizado no Solar do Unhão, um sítio histórico do século XVI, às margens da Baía de Todos os Santos. Fundado no início da década de 1960, inicialmente localizava-se no Teatro Castro Alves, tendo mudado para o endereço atual em 1966. O MAM é um dos doze museus estaduais que são vinculados ao Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural, uma autarquia da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.

Nas suas dependências podem ser encontradas pinturas, esculturas, fotografias e desenhos de artistas como Tarsila do Amaral, Portinari, Flávio de Carvalho,  Di Cavalcanti, Rubem Valentim, Pancetti, Carybé, Mário Cravo, entre outros.

O final da tarde e o início da noite são bons horários para conhecer as Esculturas do Orixás, no Dique do Tororó, que fica entre os bairros Brotas e Nazaré. Iluminadas as obras oferecem uma visão surreal do mundo mágico das divindades. Ao fundo, vê-se o Estádio da Fonte Nova, totalmente reconstruído e pronto para receber os jogadores na Copa do Mundo de 2014.

O sol permeia todos os roteiros de Salvador. É possível curtir a paisagem linda vista do Forte Nossa Senhora do Monte Serrat, o Farol de Monte Serrat e a igrejinha centenária. O local é um refúgio digno de ser visitado. A beleza está na união da arquitetura preservada da época da fundação do forte em 1742  e a linda vista da Baía de Todos os Santos. É frequentado, sobretudo, por casais apaixonados, que se reúnem na grande balaustrada debruçada para o mar. A ponta de Monte Serrat fica no limite norte da cidade.

Bonfim

A Igreja do Bonfim

é, sem dúvida, o maior centro da fé católica do povo baiano. É um local onde o sincretismo religioso tem seu ponto máximo com a lavagem das escadarias. As imagens de Nosso Senhor do Bonfim e de Nossa Senhora da Guia vieram de Portugal para a Bahia, através do capitão da marinha portuguesa Theodozio Rodrigues de Faria, chegando em abril de 1745, num domingo de Páscoa.

Cortejo  da  Lavagem  do  Bonfim Foto - Claudionor
Cortejo da Lavagem do Bonfim
Foto – Claudionor

A lavagem teve início em 1773, quando os integrantes da “irmandade dos devotos leigos” obrigaram os escravos a lavarem a igreja como parte dos preparativos para a festa do Senhor do Bonfim, padroeiro dos baianos, no segundo domingo de janeiro, depois do Dia de Reis.

Com o tempo, adeptos do candomblé passaram a identificar o Senhor do Bonfim com Oxalá. A Arquidiocese de Salvador, então, proibiu a lavagem na parte interna do templo e transferiu o ritual para as escadarias e o adro. Durante a tradicional lavagem, as portas da Igreja permanecem fechadas, as baianas despejam água de cheiro que trazem em vasos nos degraus e no adro, ao som de toques e cânticos africanos. Uma festa digna de ser acompanhada. Em 2014 acontecerá no dia 16 de janeiro.

Hospedagem

Um dos principais hotéis gayfriendly da capital é o Hotel Casa do Amarelindo, no Pelourinho. Bem decorado, o local oferece acomodações de categoria. No Rio Vermelho, há quatro meses foi inaugurado o Hostel Design, um estabelecimento totalmente diferenciado dos padrões de hostels do mundo. Os quartos coletivos são temáticos e os equipamentos primam pelo bom gosto e projeto arquitetônico.

pousada2 Small
Quarto no hotel Casa do Amarelindo

Gastronomia

O circuito gastronômico soteropolitano é abrangente e disponível para todos os gostos e bolsos. Uma boa pedida é jantar no Boteco do França, ainda no Rio Vermelho. O estabelecimento foi eleito a melhor cozinha da categoria em 2012 pela Revista Veja.

O Beco dos Artistas é um dos lugares preferidos para aproveitar a noite. Está localizado próximo ao Teatro Castro Alves, na Rua Cerqueira César ,no Bairro Garcia. O ambiente é descontraído, animado e muito frequentado. Portanto, não se assuste se a rua estiver tomada de gente.

Dentro do Beco você encontra algumas opções de bares, o Camarin e o Espaço Cultural são os mais conhecidos e frequentados. O Camarin possui três grandes salões, os dois primeiros são combinados em um estilo intimista, dando ênfase na privacidade, o terceiro abriga uma mini boate palco de muitos shows. O Espaço Cultural também oferece shows e aperitivos a noite toda.

Diversão

A boate mais procurada de Salvador é a San Sebastian, no Rio Vermelho. Lá a balada rola noite adentro e agrada tanto os homens como as mulheres. A San é também responsável por boa parte das festas gays friendly que rolam em Salvador, como o After da Rainha, Reveillon de Todos os Santos, Pool Party da San Sebastian e o Ensaio do Cortejo Afro.

cortejo afro (Small)
Cortejo Afro

Uma nova opção para um público mais jovem é a Amsterdam Pop Club. A casa fica no antigo Bahia Café Aflitos, na Gamboa, no Largo dos Aflitos, região central da capital. Point ideal para reunir os amigos que podem optar por cair na pista de dança ou apenas tomar um drink na charmosa varanda, debruçados sobre a melhor vista da cidade, um verdadeiro camarote para se apreciar a Baía de Todos os Santos.

Quem quer se divertir com os shows das transformistas baianas deve ir ao Tropical, na ladeira da Gamboa. Além das diversas saunas, como a Esgrima, num prédio de 200 anos, ou a Persona, com musculosos baianos, o clube Queens, em Barris, faz a linha cruising bar, com cine erótico, cabines e glory holes. Para os que preferem ambientes mais discretos e sem boys a dica é a sauna Paradise, na Barra, local gostoso, inclusive para fazer amizades.

Sobre a Parada do Orgulho LGBT de Salvador

Parada Gay de Salvador
Daniela Mercury puxa a multidão durante a Parada do Orgulho LGBT de Salvador

Organizada pelo Grupo Gay da Bahia, desde a sua primeira edição em 2003, a IV Semana da Diversidade acontece em Salvador de 6 a 13 de setembro finalizando com a 14ª Parada Gay. A expectativa é reunir cerca de 900 mil pessoas no cortejo de dez trios elétricos. De acordo com os organizadores, é a segunda maior do Brasil depois de São Paulo, especialmente pela quantidade de ações artísticas, culturais e participação de bandas musicais.

A IV Semana da Diversidade e 14ª Parada Gay da Bahia a programação diversificada que inclui seminários, feira, mostra de artes plásticas, shows, desfile de trios e palco para apresentação de bandas musicais.

O conjunto das atividades oferece um ambiente especial para empresas divulgarem marcas, produtos e serviços. Os organizadores acreditam que o evento há muito tempo deixou de ser apenas da causa, mas também uma oportunidade de realizar negócios por mobilizar toda uma cadeia produtiva de serviços e consumo. A grade de ações está aberta para comercialização e divulgação de marcas friendly que respeitam a diversidade.

Bares & Boates

Melancia Blu

Beco dos Artistas s/n – Garcia.

Avenida Cerqueira Lima, S/N Tel. (71) 3336-7385

 

Touchê Creperia – restaurante com mesas e cadeiras na rua

Rua Belo Horizonte – Jardim Brasil, Barra

Tel.(71) 3331 4466

 

Club ON

Rua Dias D’Ávila, 33. Barra

 

Boate San Sebastian Salvador

Rua da Paciência, 227 – Rio Vermelho. Tel. (71) 3012.5013

www.sansebastiansalvador.com.br

 

Amsterdam Pop Club

Largo dos Aflitos s/n. Antigo Bahia Café dos Aflitos.

Em frente a Bahia de Todos os Santos. Tel. (71) 3012-5013.

www. amsterdampopclub.com.br

 

Boate Tropical News

Rua Gamboa de Cima, 24 – Gamboa – Centro.

www.boatetropical.com.br

 

Festas

 

After da Rainha

A festa acontece  no espaço da San Sebastian a partir das 23h59, logo após o desfile do bloco Crocodilo, e reúne os foliões apaixonados por música eletrônica e que ainda possuem energia depois de curtir o bloco puxado pela rainha Daniela Mercury.

Informações: www.sansebastiansalvador.com.br

 

Pôr do Som

O projeto começou há 13 anos e acontece sempre no dia 1º de janeiro, no Farol da Barra. O evento já faz parte do calendário turístico do verão baiano e reúne milhares de pessoas. A cada ano, Daniela Mercury leva convidados para cantar. A partir das 17hrs. Informações: www.danielamercury.art.br

 

Reveillon de todos os santos

A festa acontece na Amsterdam Pop Club e é uma excelente opção para quer curtir a virada de ano com muita música eletrônica. Apresentação com DJs da cena internacional e residentes da casa. A festa é all inclusive. Mas atenção: compre o ingresso antecipadamente, pois são limitados.

Informações: www.amsterdampopclub.com.br

 

Pool Party San Sebastian

A festa acontece todo ano no sábado de carnaval a partir das 15h. DJs internacionais como Offer Nissim e Dj Aron, do Circuit Festival Barcelona, já se apresentaram na festa.  Fique ligado no site da San Sebastian para mais informações. Informações:

www.sansebastiansalvador.com.br

 

Ensaio do Cortejo Afro

Os ensaios do cortejo afro são pra lá de badalados e reúnem grandes nomes da cena baiana como Carlinhos Brown, Margareth Menezes, Daniela Mercury, entre outros. Acontece no Largo Pedro Arcanjo (Pelourinho), toda segunda-feira a partir das 21hrs. Os ensaios começam, em média, 2 meses antes do carnaval.

Informações:

www.cortejoafro.com.br

www.facebook.com/cortejoafro

 

Restaurantes

OCHO – Ceviche Bar
A primeira cevicheria da cidade. Restaurante peruano especializado em peixes e frutos do mar. Projeto arquitetônico moderno e arrojado.

Rua João Gomes, 249 – Rio Vermelho. Tel. (71) 3311-3300

Facebook: Ocho Ceviche Bar

 

Boteco do França

Rua Borges dos Reis, 4ª, Rio Vermelho

(71) 3334.2734 e 3017.9734

www.botecodofranca.com.br

 

Maria Mata Moura – Rua Inácio Acioli, 8 – Pelourinho.

 

Cozinha internacional e baiana

(71) 3321-3929. Funcionamento das 12h até meia noite.

Ambiente sofisticado e padrão internacional. Excelente para turistas e pessoas exigentes no atendimento e no cardápio.

www.mariamatamouro.com.br

 

SENAC/ Pelourinho – Largo do Pelourinho, s/nº

Cozinha baiana tradicional. Boa e farta.

 

Soho

Av. Lafayete Coutinho, 1010, Bahia Marina –  Salvador
Tel.: (71) 3322-4554

 

Axego

R. João de Deus, 1 – 1º andar  – Pelourinho – Salvador
Tel.: (71) 3242-7481

 

Paraiso Tropical

Rua Edgard Loureiro, 98 B  Resgate – Salvador
Tel.: (71) 3384-7464

 

Café Conosco

R. da Ordem Terceira, 4 – Pelourinho –  Salvador
Tel.: (71) 3321-8372

 

Sorvete Ribeira

A tradicional sorveteria, fundada em 1931, prepara artesanalmente sessenta sabores. Frutas tropicais como mangaba, umbu e pitanga servem de base para os gelados mais procurados. As combinações de abacaxi com coco e de doce de abacaxi com creme de iogurte também fazem sucesso.

Praça Conselheiro Nabuco, 87 – Ribeira – Salvador
Tel.: (71) 3316-5451

 

Hospedagem

Hotel Sotero

Rua Dr. José Peroba, 97

Tel. (71) 3114 5200

www.soterohotel.com.br

 

Pousada Casa do Amarelindo

R. das Portas do Carmo, 6 – Pelourinho – Salvador
Tel.: (71) 3266-8550

www.casadoamarelindo.com

 

Hotel Villa Bahia

Largo do Cruzeiro de São Francisco, 16 – Centro
Tel.: (71) 3322-4271
pt.lavillabahia.com

 

F Design Hostel

Travessa Prudente de Moraes, 65 – Rio Vermelho

Tel.: (71) 3334-2937

www.fdesignhostel.com

 

Zank hotel boutique

R. Alm. Barroso, 161 – Rio Vermelho – Salvador
Tel.: (71) 3083-4000

www.zankhotel.com.br

 

Pestana Convento do Carmo

R. do Carmo, 1 – Santo Antônio

Tel. (71) 3327-8400

www.pestana.com/br/pestana-convento-do-carmo

 

Receptivo

Vanserv Turismo Receptivo

Especializado no atendimento do público LGBT

(71) 3271.0188 e 2241.2473

www.vanserv.com.br

Vila Galé – Fortaleza

Escrito por alexbernardes