in

Rio 2016 é a Olimpíada mais gay da história, diz site

Rio 2016 é a Olimpíada mais gay da história, diz site

182062
A brasileira Isadora Cerullo recebeu o pedido dentro de campo após a vitória sobre o Japão Foto: Divulgação

O número de atletas olímpicos declaradamente gays, lésbicas ou bissexuais já responsável por quebrar mais um recorde no Rio 2016. A informação é do site esportivo americano Outsports, voltado à comunidade LGBT.

O veículo lista 49 atletas da Rio-2016 que já “saíram do armário”, além de três treinadores. Nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, eram 23 segundo o site.

Os brasileiros citados na matéria são a ouro no judô Rafaela Silva, que namora a ex-judoca Thamara Cezar há três anos, segundo o site Globoesporte.

Além dela, Isadora Cerullo, do rúgbi, também se destaca. A jogadora foi pedida em casamento no gramado.

Outros brasileiros citados pelo site são Ian Matos, dos saltos ornamentais, Larissa França, do vôlei de praia, e Mayssa Pessoa, goleira do handebol.

tom-daley-comemora-ao-lado-do-noivo20160809171470775133-748x410
O britânico dos saltos ornamentais, Tom Daley Foto: Divulgação

Alguns dos maiores craques estrangeiros da Rio-2016 já assumiram ser homossexuais. É o caso de Elena Delle Done, eleita a melhor jogadora da WNBA (liga americana de basquete) no ano passado, e Tom Daley, britânico dos saltos ornamentais que vence uma medalha de bronze nos Jogos Olímpicos do Rio, na prova de plataforma 10 m.

Fórum de Turismo LGBT Top

Escrito por alexbernardes