in , ,

Israel reabre fronteiras para turistas brasileiros. Confira as regras de entrada!

Israel LGBT
Gay Pride Parade, Tel Aviv 2019
Fairmont

De acordo com uma decisão do governo israelense, Israel se abrirá novamente ao turismo individual a partir de 1º de novembro de 2021. Isso significa que os viajantes que desejam explorar o país podem agora entrar novamente no país.

+ Tel Aviv Pride 2021 reuniu cerca de 100 mil pessoas nesta sexta-feira

+ Israel LGBT+: País confirma participação no Fórum de Turismo LGBT do Brasil 2020

VILA GALÉ RIO – LGBT
VILA GALÉ SP – LGBT

+ Com ajuda do Turismo LGBT, setor cresce 11% em Israel

Todas as pessoas vacinadas podem entrar sob certas condições. Totalmente vacinado é qualquer pessoa que demonstre imunização completa com uma vacina aprovada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A entrada só pode ser feita através do Aeroporto Ben Gurion. As seguintes condições devem ser atendidas:

Entrada para pessoas vacinadas em Israel

  1. Vacinação com duas doses com Biontec/Pfizer, Moderna, Astrazeneca, Sinovac ou Sinopharm, sendo a segunda dose ter sido aplicada pelo menos 14 dias antes da entrada. A vacinação não deve ter ocorrido há mais de 180 dias no momento da partida.
  2. Vacinação com um dose Johnson & Johnson. A vacinação deve ter ocorrido pelo menos 14 dias antes da entrada. A vacinação não deve ter ocorrido há mais de 180 dias no momento da partida.
  3. Se a segunda ou última vacinação ocorreu mais de 180 dias antes da partida planejada, uma terceira vacinação, também conhecida como “reforço”, deve ser comprovada. Isso deve ter ocorrido pelo menos 14 dias antes da entrada.
  4. Especificação para vacinação com Sputnik: A entrada com uma vacinação completa ou vacinação de reforço com Sputnik é possível a partir de 15 de novembro de 2021. Além disso, um teste sorológico é exigido no momento da entrada. O viajante permanece em quarentena até que este forneça prova positiva da proteção vacinal.
  5. Não será permitida a entrada de visitantes que estiveram em um “País Vermelho” durante os 14 dias anteriores à sua chegada a Israel.

 

O procedimento geral de entrada em Israel

  1. Um teste de PCR deve ser realizado até 72 horas antes do vôo para Israel.
  2. Um formulário de declaração de entrada para Israel deve ser preenchido (https://corona.health.gov.il/en/flights/):

Os titulares de um certificado digital verificável – irão escanear ou carregar seu certificado de vacinação ou recuperação no formulário de passageiro que chega e receber um passe verde antes de embarcar no avião.

Aqueles que não possuem um certificado digital verificável – irão declarar as vacinas que receberam no formulário de declaração de entrada para Israel, e também irão preencher uma declaração sobre as vacinas administradas no exterior, à qual anexarão os documentos pertinentes, e receberão um passe verde antes do embarque.

  1. Ao embarcar no avião, os seguintes documentos devem ser apresentados:
  • Apresentação de um teste PCR negativo realizado até no máximo 72 horas antes da partida.
  • Prova de declaração de inscrição preenchida emhttps://corona.health.gov.il/en/flights/
  • Certificado de vacinação válido de acordo com as condições acima
  1. Teste PCR no pouso no Aeroporto Ben Gurion; Os participantes permanecem isolados até que um resultado negativo seja obtido, mas não mais do que 24 horas.
  2. Aqueles que foram vacinados com as vacinas do Sputnik são submetidos a um teste sorológico no Aeroporto Ben Gurion e se isolam até que o resultado do teste seja positivo. Isso é feito em adição ao isolamento até o resultado negativo do teste de PCR na aterrissagem.

O não cumprimento das diretrizes de entrada pode resultar na recusa de entrada; Além disso, dependendo do caso, isso pode levar a consequências criminais.

Novos regulamentos para viajantes em grupo

Para viagens em grupo, as condições anunciadas em 19 de setembro permanecem válidas. Novas diretrizes estão sendo elaboradas e serão anunciados separadamente.

O primeiro-ministro Naftali Bennett e representantes do Ministério da Saúde, Turismo e Transporte, bem como outros especialistas em saúde e governo, concordaram com o novo plano de entrada. O regulamento é continuamente adaptado à situação pelas autoridades.

GUIA LGBT RECIFE

Escrito por alexbernardes