in , ,

Região da Toscana, na Itália, lança projeto para fomentar turismo LGBT no pós pandemia

turismo lgbt
Diego e Pedro, proprietários do hotel LGBT friendly na Toscana, chamado Il Segreto di Pietrafitta
Fairmont

A região da Toscana, na Itália, por meio de suas agências Fondazione Sistema Toscana e Toscana Promozione Turistica – lançou um projeto de turismo LGBT +, que tem objetivo de contribuir para a recuperação do turismo no pós-covid.

O projeto conta com a parceria do Gay.it e o Gayfriendlyitaly.com, mídias LGBT tradicionais naquele país. A colaboração envolve a publicação de uma série de roteiros e experiências “amigáveis” em italiano e inglês produzidos por GayFriendlyItaly para VisitTuscany.com.

+ Itália lança protocolo de Diversidade e Inclusão para hotéis LGBT friendly

VILA GALÉ SP – LGBT
VILA GALÉ RIO – LGBT

+Série do canal RAI com beijo gay de Leonardo Da Vinci causa polêmica na Itália

+ Agência italiana cria roteiro para conhecer as paisagens do filme “Call Me By Your Name”

A ideia é gerar um engajamento de operadores turísticos da Toscana para propor ofertas de turismo  ​​LGBT + friendly por meio do make.visittuscany.com, aderindo à Carta dos Valores do Turismo Inclusivo, que dá mais visibilidade a quem está comprometido com a valorização da diversidade e à consciência na abordagem a este tipo de clientela.

Mar Ipanema Gif

Por fim, o projeto oferecerá também treinamentos específicos as empresas que queiram se aprofundar no tema e se preparar para um acolhimento inclusivo.

O projeto contempla operadores turísticos, agências de viagens, guias turísticos, ambientais ou alpinos, spas, operadores pertencentes à Vetrina Toscana, instalações de alojamento, estabelecimentos balneares, empresários agrícolas individuais e associados, Strade del Vinho, vinícolas ou consórcios, consórcios de proteção DOP / IGP.

Para Giuseppi Giulio do Gay.it, a Itália vem avançado com relação ao turismo LGBT, e o projeto com a Toscana vem para trazer mais visibilidade ao tema.

“Após a adoção das Uniões Civis em 2016, a Itália teria potencialmente o que é preciso para ser percebida como um destino amigável a turistas LGBT, mas ainda não existem iniciativas orgânicas que também busquem esse objetivo. Além das experiências esporádicas, ainda há pouca consciência do potencial inerente a esse posicionamento. Com esse projeto, a gente espera poder trazer mais visibilidade ao tema”, explicou Guiseppi.

Os operadores interessados ​​podem se inscrever simplesmente preenchendo este formulário.

MS

Escrito por alexbernardes