in

“Cidade da Música” é o tema do Carnaval de Salvador

“Cidade da Música” é o tema do Carnaval de Salvador

Em um clima de muita descontração, com a presença de alguns dos mais importantes artistas da Bahia, o prefeito de Salvador ACM Neto anunciou na noite desta quinta-feira (17), em São Paulo, que o tema do Carnaval de Salvador do ano que vem será “Cidade da Música”, em homenagem ao título recebido pela primeira capital do país da Unesco. Durante sua exposição para integrantes do trade turístico de todo o país, Neto afirmou que a estratégia de divulgar o calendário do verão em São Paulo tem como objetivo alavancar o turismo em Salvador e acrescentou que a cidade está preparada para receber os visitantes do Brasil e do mundo.

20161117190333__mg_5665

De acordo com o prefeito, a crise econômica que o Brasil atravessa pode ajudar Salvador. “Está mais caro ir para o exterior e Salvador se tornou, desde 2013, uma cidade mais atraente e mais bem preparada para receber os visitantes.” O prefeito disse, ainda, que espera um crescimento de 15% no fluxo turístico em relação ao ano passado. No verão, a Prefeitura projeta que Salvador deve receber cerca de 2,1 milhões de pessoas.

Sobre o Carnaval, ACM Neto confirmou que a tendência é a ampliação da festa sem cordas e destacou que o modelo de financiamento da folia é uma referência para o país. O presidente da Saltur, Isaac Edington, ressaltou que a grade completa do Réveillon, outro grande evento organizado pela Prefeitura, será divulgada nos próximos dias e que a festa entrou definitivamente para o calendário da Praça Cairu. “O Réveillon se tornou um produto da cidade para o turismo com atrações de ponta”, afirmou.

Antes do início da festa que contou com artistas baianos, ACM Neto disse que o Carnaval de Salvador está muito mais seguro e que a Prefeitura tem ajudado o Estado no combate à violência.

Calendário – Na capital baiana, essa agenda de festas começa antes mesmo do início oficial do Verão, já no dia 4 de dezembro, na comemoração de Santa Bárbara. Logo depois, a cidade ferve com o maior evento de fim de ano do país – o Réveillon de Salvador –, com os ensaios dos blocos, bandas e artistas, passando ainda pela Lavagem de Itapuã, festa de Yemanjá e chegando, finalmente, ao Carnaval. Mais uma vez o Réveillon, que em 2015 também foi apresentado em São Paulo, acontece na Praça Cairu, no Comércio.

Para mostrar a magnitude e efervescência do calendário de Verão da capital baiana, que tem o apoio de marcas como a Skol e a Air Europa, a Prefeitura reuniu nesta noite, em São Paulo, artistas da música baiana, executivos do trade turístico nacional e de grandes marcas, celebridades, empresários do setor de entretenimento, influenciadores e imprensa de todo o país. Isso tudo acompanhando de um grande show de Daniela Mercury e Saulo Fernandes, além de convidados. A direção artística é de Elísio Lopes. O mestre de cerimônia foi o ator Érico Brás.

 

Identidade olfativa – Durante o evento em São Paulo, aconteceu também o lançamento da identidade olfativa da cidade. Sabendo da forte relação entre olfato e memória, a Prefeitura resolveu tocar ainda mais o emocional das pessoas que visitam e moram na cidade. A Avatim foi convidada para desenvolver uma fragrância exclusiva que vai se tornar a identidade olfativa da cidade, o “Xêro – Sinta Salvador”, representando a essência e a identidade do soteropolitano, sua cultura, cores, sabores e pluralidade.

Trata-se de um aroma com notas cítricas e amadeiradas e um leve toque de flores brancas. A fragrância será espalhada por hotéis, aeroportos, aviões, eventos, espaços públicos entre outros locais, para fazer com que esse cheiro se torne parte da cidade e seja levado na bagagem sensitiva de todos que passem pela capital baiana, eternizando os bons momentos na memória de quem vive e de quem visita Salvador. A Avatim, empresa baiana com fábrica em Ilhéus, é a responsável pelos cheiros únicos do Hotel Copacabana Palace, no Rio, grife Ellus do Brasil e Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

 

Visitantes – Proprietários de bares, pousadas, restaurantes e hotéis localizados nas áreas de maior concentração turística de Salvador já se preparam para recepcionar os mais de 2 milhões de visitantes que irão desembarcar na capital baiana entre os meses de dezembro de 2016 e março de 2017. A expectativa é da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), reforçando a previsão do setor, que espera um aumento de até 15% no número total de ocupação hoteleira no período. Em 2015, os estabelecimentos da capital registraram uma taxa de 85% nos períodos de pico: Réveillon e Carnaval.

O presidente do Conselho Baiano de Turismo (CBTUR), Luiz Augusto Leão Costa, afirma que o trade turístico está otimista, “principalmente por conta da antecipação da programação feita pela Prefeitura de Salvador, o que propiciou ao setor mais tempo para elaborar e colocar em prática um planejamento”. “A ocupação em hotéis, bares e restaurante deve ser maior que no ano passado. Para isso, é preciso mostrar, nos principais polos geradores dos potenciais visitantes, que Salvador é uma nova cidade, que mudou de cara e está preparada para receber cada vez melhor o turista”.

Pelo menos 150 mil turistas devem chegar apenas durante a temporada de cruzeiros, que começou no mês de outubro. Serão, até o final do verão, 20 navios desembarcando na primeira capital do Brasil. Por conta disso, a Prefeitura prepara um esquema especial para receber os visitantes, envolvendo atrações culturais, distribuição de informativos e toda a assistência necessária para atender bem quem chega.

Da Redação

Festuris 2020

Escrito por alexbernardes