Rio de Janeiro recebe 600 mil pessoas na Parada Gay

Rio de Janeiro recebe 600 mil pessoas na Parada Gay

parada-lgbt-copacabana_credito-_af-rodrigues

No calor de quase 40°C, típico do Rio de Janeiro, milhares de pessoas estiveram na praia de Copacabana prestigiando a 21a edição da Parada do Orgulho LGBT. Oito trios elétricos desfilaram com muito funk e música eletrônica. De acordo com os organizadores,  o evento, que contou com apoio logístico e financeiro do Rio Convention & Visitors Bureau e da ABIH-RJ, reuniu 600 mil pessoas, entre moradores e turistas.Este ano o tema foi  “Eu sou minha identidade”, uma forma de incentivar  a aprovação da  Lei João Nery PL 5002/13 – Lei de Identidade de Gênero.

Dados da Organização Mundial do Turismo (OMT) apontam que o público LGBT representa, hoje, 10% dos viajantes e movimenta 15% do faturamento do setor. Já o IGLTA (The International Gay & Lesbian Travel Association), mostra que o mercado de viagens do segmento movimenta US$ 54 bilhões anuais.

“Devemos investir cada vez mais neste mercado, que gera divisas e valoriza toda a estrutura do turismo. Para se ter uma ideia, a Parada da vizinha São Paulo gera cerca de R$ 200 milhões para a indústria e representa 75% da ocupação dos hotéis da Avenida Paulista e do Centro paulistano. Trabalhamos para captar outros eventos neste segmento, como o IGLTA 2018 e o Gay Games 2022”, explica Alfredo Lopes, presidente da ABIH-RJ e do Rio CVB.

Axel Miami – Banner

Aproveitando a repercussão da 21ª Parada LGBT, o Ministério do Turismo enviou aos principais estabelecimentos turísticos da cidade a cartilha ‘Dicas para atender bem os turistas LGBT’. O material tem como objetivo orientar os estabelecimentos e garantir um atendimento qualificado ao visitante.

Da Redação