in ,

Confira os vencedores do 23° Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade

Festival Mix 1

Nesta quarta-feira (18), em cerimônia realizada no CCSP (Centro Cultural São Paulo) foram anunciado os vencedores do 23° Festival Mix Brasil da Cultura da Diversidade.  Pelo segundo ano consecutivo, o Festival premiou os melhores longas nacionais. Os vencedores dos filmes ganharam o Troféu Coelho de Ouro e de Prata, além do Prêmio especial Canal Brasil de incentivo ao curta-metragem.

Na Mostra Competitiva Brasil  de curtas-metragens participaram 18 títulos. Esses filmes foram avaliados por um júri composto por Wieland Speck, diretor do Panorama do Festival de Berlim, Daniela Sea (L Word), atriz, cineasta, musicista e ativista americana, Buck Angel  e o cineasta Kiko Goifman.

Já o Júri da Competitiva Brasil de Médias e Longas, formando pela atriz Silvia Lourenço, o cineasta Gustavo Vinagre e o artista social e multimídia Priscilla Bertucci, escolheram entre 10 filmes.

O 23° Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade – maior festival LGBTQ da América Latina, tem programação especial com cinema, teatro e música, até o dia 22 de novembro.

A programação completa do 23° MIX BRASIL DE CULTURA DA DIVERSIDADE está disponível no site www.mixbrasil.org.br.
 

CONHEÇA OS VENCEDORES:

 

COELHOS DE OURO

Prêmio do Júri da Mostra Competitiva Brasil

  • Melhor Longa-Metragem Nacional: A PAIXÃO DE JL, de Carlos Nader
  • Melhor Curta-Metragem Nacional e Prêmio CTAV (empréstimo de equipamentos para realização do próximo filme): ROUPA DE BAIXO, de Lara Dezan

COELHOS DE PRATA

Prêmio do Júri da Mostra Competitiva Brasil para curtas-metragens

  • Melhor Direção: Otavio Chamorro, por VAGABUNDA DE MEIA TIGELA
  • Melhor Roteiro: Bruno Roger, por OCASO
  • Melhor Interpretação: Castanha, por MARIA HELENA – A MULHER DE TODOS
  • Menção Honrosa: ARIANAS, de Hylnara Anny Vidal

Prêmio do Júri da Mostra Competitiva Brasil para longas-metragens

  • Melhor Direção: Helena Ignez, por RALÉ
  • Melhor Roteiro: Marina Person, Mariana Veríssimo e Francisco Guarnieri, por CALIFÓRNIA
  • Melhor Interpretação: Clara Gallo, por CALIFÓRNIA
  • Menção Honrosa: YORIMATÃ, de Rafael Saar

Prêmio do Público

  • Melhor Curta-Metragem Nacional e Prêmio DOTCINE (2 Diárias de Correção de Cor + 1 Master DCP): TANT PIS – CAPÍTULO 1, de Bruna Rodrigues
  • Melhor Curta-Metragem Internacional: SAN CRISTÓBAL, de Omar Zúñiga Hidalgo
  • Melhor Longa-Metragem Nacional: VOZERIA, de Raphaela Comisso
  • Melhor Longa-Metragem Internacional: HISTÓRIAS DE NOSSAS VIDAS, de Jim Chuchu

PRÊMIOS ESPECIAIS

  • Prêmio Suzy Capó: A SEITA, de André Antonio
  • Prêmio Canal Brasil de Incentivo ao Curta-Metragem: ROUPA DE BAIXO, de Lara Dezan
  • Prêmio Show do Gongo: SOFIA, de Mauricio Ferreira
  • Prêmio Ida Feldman: Buck Angel

Vila Galé – Fortaleza

Escrito por alexbernardes