Em busca do mercado LGBT, Portugal entra na corrida para receber a EuroPride 2022

Em busca do mercado LGBT, Portugal entra na corrida para receber a EuroPride 2022

Uma vez por ano, uma cidade da Europa é palco do maior evento LGBTI do continente. Conhecido como Europride, o encontro celebra o orgulho LGBTI (Lésbico, Gay, Bissexual, Transexual e Intersexual).

Além da marcha que reúne milhões de pessoas,  durante a EuroPride costumam acontecer centenas de outros eventos como palestras, festivais, e claro, festas, muitas festas.

Pela primeira vez, Portugal vai candidatar-se para receber a edição de 2022 do EuroPride.

Axel Miami – Banner

Leia tambémBreaking news: Viena será sede da EuroPride 2019

A carta de intenções vai ser entregue na próxima sexta-feira, dia 18 de janeiro. A candidatura é conduzida pela Variações-Associação de Comércio e Turismo LGBTI de Portugal e tem apoio da ILGA Portugal e tambeém governo português.

A candidatura portuguesa envolve pelo menos Lisboa e o Porto, o que poderá atrair ainda mais visitantes às duas metrópoles – A EuroPride costuma atrair, em média, meio milhão de pessoas à cidade que o organiza.

Mas, Portugal não está sozinho nessa briga. Fortes concorrentes como Barcelona e Maspalomas na Espanha e Belgrado na Sérvia estão no páreo.

Ficamos na torcida. A cidade vencedora será conhecida em setembro.

Sobre a EuroPride

A primeira edição aconteceu em Londres em 1992, sendo a de Madrid em 2007 a que recebeu maior número de visitantes. Em 2018 o evento aconteceu em Estocolmo, na Suécia.

Em 2019, será a vez de Viena receber a EuroPride. Para 2020 o palco será em Salónica na Grécia, seguido por Copenhaguem na Dinamarca em 2021.

Europride 2018

 

Deixe um comentário