in , ,

A São Paulo Companhia de Dança laça programa de captação de patronos e amigos

São Paulo Companhia de Dança
Foto: Divulgação
Fairmont

A São Paulo Companhia de Dança acaba de lançar um programa especial de captação de patronos e amigos. O programa de Amigo da São Paulo Companhia de Dança é uma ação pensada para convidar o público que prestigia o trabalho realizado pela SPCD a estar próximo da Difusão e Circulação de Espetáculos e dos Programas Educativos e de Sensibilização de Plateia e Registro e Memória da Dança desenvolvidos pela Companhia.

+ Luis Miranda vive Madame Sheila em espetáculo de teatro online

+ Influenciador de viagens LGBT André De Mello lança clipe e prepara o primeiro álbum

VILA GALÉ SP – LGBT
VILA GALÉ RIO – LGBT

+ Conheça Hamilton, o melhor musical da Broadway na atualidade

Uma das vantagens de ser amigo da SPCD é possibilidade de abater sua contribuição do Imposto de Renda. A Lei Federal de Incentivo à Cultura permite que pessoas físicas destinem parte dos seus impostos a projetos culturais. Isso significa que você pode escolher onde deseja aplicar até 6% do valor anual devido no Imposto de Renda e ainda deduzir 100% desse montante.

As atividades da São Paulo Companhia de Dança são autorizadas a receber sua contribuição pelo Ministério do Turismo, por meio da Secretaria Especial de Cultura. O valor doado durante o ano fiscal de 2021 poderá ser abatido no IR de 2022.

Saiba  como ser amigo da SPCD clicando aqui

Mar Ipanema Gif

 

Sobre a São Paulo Companhia de Dança

Criada em janeiro de 2008, a São Paulo Companhia de Dança (SPCD) é um corpo artístico da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerida pela Associação Pró-Dança e dirigida por Inês Bogéa, doutora em Artes, bailarina, documentarista e escritora.

A SPCD é uma Companhia de repertório, ou seja, realiza montagens de excelência artística, que incluem trabalhos dos séculos XIX, XX e XXI de grandes peças clássicas e modernas a obras contemporâneas, especialmente criadas por coreógrafos nacionais e internacionais.

Desde sua criação, a SPCD já foi assistida por um público superior a 762 mil pessoas em 17 diferentes países (como Argentina, Áustria, Canadá, Chile, Colômbia, França, Alemanha, Israel, Itália, Paraguai, Suíça, Estados Unidos da América e México), passando por cerca de 150 cidades em mais de 1000 apresentações.

A Companhia produziu mais de 65 coreografias, entre trabalhos criados especialmente para a SPCD por importantes nomes da dança internacional como Édouard Lock, Richard Siegal e Marco Goecke, e coreógrafos brasileiros como Rodrigo Pederneiras, Henrique Rodovalho e Jomar Mesquita; e também remontagens de obras de  Jirí Kylián, William Forsythe, George Balanchine, Nijinska, Nacho Duato, entre outros.

Assista uma das últimas criações da SPCD:

MS

Escrito por alexbernardes