in

Luana Muniz – Filha da Lua abre a sétima edição do Rio Festival

O maior Festival de Cinema LGBT do Rio de Janeiro traz a estreia do documentário sobre Luana Muniz, além de mostras de curtas cariocas, filmes espanhois, curtas de terror e estreias de filmes brasileiros e internacionais.

O festival acontecerá de 6 a 16 de julho de 2017 no Cine Odeon – Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro, Centro Cultural Justiça Federal, Instituto Cervantes do Rio de Janeiro, Cine Arte UFF e Cine Joia.

O filme de abertura deste sétimo ano do festival é Luana Muniz – Filha da Lua, de Rian Córdova e Leonardo Menezes. O documentário narra a história da famosa travesti, que criou polêmica ao usar o bordão “Travesti não é bagunça” na TV e por sua aproximação inusitada com o Padre Fábio de Melo. A estreia está marcada para o dia 6 de julho às 20:00 no Cine Odeon, como uma grande homenagem a nossa eterna Rainha da Lapa. A sessão será apresentada por Gazelle Paulo.

A programação inclui a estreia de longas internacionais e brasileiros, com destaque para: Something Like Summer, o musical sobre uma história de amor verdadeiro, e o brasileiro A Cidade do Futuro, que fala sobre um trio que formará uma família fora dos padrões.

O festival terá também a mostra retrospectiva de longas espanhóis de diversos anos e os programas de curtas: Curtas Carioca que reunirá os diretores e seus filmes numa sessão especial apresentada por David Sereio, na sexta-feira, dia 7 de julho às 20:00 no Cine Odeon. Curtas TERROR, sessão única com os filmes de terror e comédia assustadora mais macabros do festival. Curtas EXPERIMENTAL, com filmes queer e os mais inusitados atualmente. E nesta edição, mais três especiais entram para o festival: Curtas ITÁLIA (presença do diretor italiano Giuseppe Bucci), Curtas ARGENTINA e Curtas PERNAMBUCO.

As cores e a essência do modo de vida carioca estão presentes na programação do festival que é dedicado a todos os apaixonados pelo Cinema Internacional LGBTQIA +.

Site do festival: www.riofgc.com

Vila Galé – Fortaleza

Escrito por alexbernardes