in , ,

6º edição Festival Internacional de Cinema LGBTI+ será online de 2 a 8 de setembro

Festival Internacional de cinema
Fairmont

O Festival Internacional de Cinema LGBTI+  convida a todos para celebrar as vozes LGBTI+ através de sua 6ª edição em 2021, transmitida entre os dias 2 e 8 de setembro, em formato online e gratuito. Serão 20 filmes de 16 países diferentes, cuidadosamente selecionados para dar visibilidade e promover a pauta LGBTI+ através do cinema. O festival tem a correalização da Delegação da União Europeia pelo terceiro ano consecutivo e do Sesc São Paulo.

Por mais um ano, missões diplomáticas em Brasília se unem para produzir o Festival Internacional de Cinema LGBTI+. Por meio dele, as embaixadas e instituições participantes reafirmam o seu compromisso com a igualdade e a dignidade de todos os seres humanos, independentemente da sua orientação sexual e identidade de gênero.

+ Festival Amazônia Queer reúne arte e ativismo LGBTQIA+ na região Norte

VILA GALÉ SP – LGBT
VILA GALÉ RIO – LGBT

+ Festival DiverCidade explora toda a representatividade de São Paulo. Saiba mais

+ Filmes LGBT fazem parte da programação da 15a Semana de Museus

O Festival Internacional de Cinema LGBTI+ é produzido pelas embaixadas dos Estados Unidos, Alemanha, Austrália, Áustria, Dinamarca, Espanha, França, Irlanda, Itália, Países Baixos e Suíça, assim como pelo British Council e pelo Wallonie – Bruxelles International no Brasil, coordenado pelas embaixadas da Bélgica, Luxemburgo, Reino Unido e Suécia. Conta também com o apoio do Festival Curta Brasília e da UNAIDS, e com as empresas Estudio Sarau e Atelier como Media Partners.

Mar Ipanema Gif

Dado o contexto atual da pandemia da Covid-19, o Festival acontece em formato online com a correalização do Sesc São Paulo, na plataforma Sesc Digital .

Além disso, com o objetivo de deixar o evento acessível ao maior número de pessoas, toda a programação é gratuita. A programação deste ano inclui 11 longas e 9 curtas, em diversos idiomas, com legendas em português.

A luta pelos direitos das pessoas LGBTI+, a descoberta da própria identidade, a homofobia e transfobia, o amor na população idosa e a luta contra os convencionalismos sociais e culturais são alguns dos temas trazidos pela seleção de filmes deste ano.

Além dos filmes, no dia 8 de setembro às 19h, no canal do Festival Curta Brasília , artistas e produtores dos curtas brasileiros “Os últimos românticos do mundo”, “Inabitáveis” e “Marie” falarão diretamente com o público do festival.

MS

Escrito por alexbernardes