Cruzeiro LGBT: Hell and Heaven prepara sua primeira saída para 2020

Cruzeiro LGBT: Hell and Heaven prepara sua primeira saída para 2020

O Hell and Heaven, festival de música eletrônica focado no público LGBT mais famoso do Brasil acaba de lançar sua grande novidade para 2020.

Depois de 11 anos realizando o evento em grandes resorts como o Costa do Sauípe, Vila Gale Mares em Salvador e Enotel em Porto de Galinhas, o Hell and Heaven Festival de 2020 acontecerá pela primeira vez em um cruzeiro marítimo. Sem relevar ainda o navio e o destino, Fernando Scarpi, um dos proprietários do evento anunciou na semana passada em São Paulo as datas.

Éclair Moi: conheça a melhor confeitaria de São Paulo

Axel Miami – Banner

Conheça o Lotte New York Palace, o melhor hotel 5 estrelas de Nova York

“O H&H acontecerá de 11 a 14 de dezembro de 2020 com saída e chegada do porto de Santos, contado 4 dias e 3 noites, incluindo duas paradas exclusivas num transatlântico internacional”, declarou Scarpi em coletiva com a imprensa .

A organização do evento ainda informou que serão 8 festas que acontecerão tanto em terra quanto em mar, incluindo mais de 30 atrações internacionais e nacionais.

Pacotes

Os pacotes já estão disponíveis para a venda. Mas esse primeiro lote é exclusivo para quem comprou o H&H 2019 que acontecerá no Enotel em Porto de Galinhas. Os ingressos custam a partir de R$2.199,00 por pessoa. O pagamento pode ser parcelado com entrada e + 6x de 257,00.

Link para compra de pacotes aqui .

Sobre o Hell and Heaven

O festival Hell and Heaven foi criado em 2008 e se consagrou como o maior festival de musica eletrônica voltado para o público LGBT do Brasil. Em média o evento comercializa cerca de 2.500 pacotes que incluem a hospedagem e as festas. Com um perfil jovem, idade entre 20 e 35 anos, o público do H&H se reúne em um final de semana inesquecível para conhecer diferentes pessoas de diversas localidades do mundo e aproveitar ao máximo toda a infraestrutura do resort e todas as festas com atrações nacionais e internacionais. O HELL & HEAVEN se reposicionou e se transformou em um festival multicultura.

Deixe um comentário