Malta recebe título de destino mais acolhedor aos turistas LGBT europeus

Malta recebe título de destino mais acolhedor aos turistas LGBT europeus

A pequena ilha de Malta, na Europa, que ainda é pouco conhecida pelos turistas brasileiros, foi eleita pelo quarto ano consecutivo o melhor destino turistico pelos turistas LGBT europeus.

A lista classifica os países de 0 a 100 por cento com base em seis categorias: igualdade e não-discriminação, família, crime de ódio e discurso de ódio, reconhecimento legal de gênero e integridade corporal, espaço da sociedade civil e asilo.

“Considere a Rainbow Europe como seu roteiro! Sabemos e a fórmula para o sucesso é óbvia: Leis e políticas explícitas são importantes. Assuntos de liderança política. Acrescente a isso um envolvimento significativo com as comunidades e a sociedade civil, e você pode fazer uma diferença real na vida das pessoas LGBTI ”, disse Darienne Flemington, co-presidente da ILGA-Europa, a organização que encabeça a votação.

Axel Miami – Banner
Photo by Marko Sokolovic on Unsplash

A ilha de Malta marcou 90 % dos pontos, ficando a Bélgica em segundo lugar com 73%. Tendo feito progressos recentes na identidade de gênero e nas leis LGBT + parentais, o Luxemburgo subiu do 20º lugar em 2018 para o 3º  lugar este ano.

O Reino Unido alcançou o top 10 ficando em 9º  lugar, com 62 %, e no final da lista ficou o Azerbaijão, que marcou apenas 3 %.

Visit Britain divulga campanha Love Is Great em ativação durante o Love Noronha 2019

Faça um roteiro LGBT em Chicago e se encante por essa cidade linda e vibrante

Três razões para Gays e Lésbicas escolherem Viena para a próxima viagem

Histórico de apoio a comunidade LGBT

A discriminação contra pessoas LGBT+  foi proibida em Malta desde 2004 e, em 2016, tornou-se o primeiro país da UE a proibir a terapia de conversão.

Em 2014, Malta tornou-se o primeiro estado europeu a adicionar identidade de gênero à sua constituição como categoria protegida, e o casamento entre pessoas do mesmo sexo e a adoção são legais.

“Os malteses têm uma reputação de bondade e hospitalidade excelente, e isso é absolutamente refletido também para  todos os viajantes para a ilha, incluindo o mercado LGBT +”, disse Peter Vella, da Autoridade de Turismo de Malta, para o The Independent.

“Malta possui uma combinação única de cultura tradicional e histórica com uma mentalidade contemporânea e acolhedora para os viajantes LGBT + , além disso,  o nosso pessoal continua a dar um exemplo impressionante para outros países europeus seguirem”, continuou ele.

Em 2018 a  Autoridade de Turismo de Malta, em conjunto com a ITB Berlin, realizou uma Cúpula de Turismo LGBT+ .  A conferência proporcionou uma grande oportunidade para todos os participantes pudessem entender um pouco mais sobre o segmento LGBT+ no setor do turismo, o que ajudou o destino a ganhar ainda mais destaque dentro da comunidade LGBT+

Deixe um comentário