Encontro reúne líderes em São Paulo para discutir inclusão de LGBT nas empresas

Encontro reúne líderes em São Paulo para discutir inclusão de LGBT nas empresas

O 14º Encontro do Fórum de Empresas e Direitos LGBT foi realizado na tarde da última terça-feira, na sede do Instituto Carrefour, em São Paulo, e reuniu líderes de grandes empresas para discutir a inclusão de LGBTs no mercado de trabalho.

Reinaldo Bulgarelli, um dos organizadores do Fórum, apresentou as novas empresas signatárias, entre elas, Coca-Cola, Citibank, Grupo Pão de Açúcar, Demarest, Kontik, Metrô Rio, Sales Force, Shell e Philip Morris. Ao todo já são 58 empresas que aderiram ao compromisso da inclusão e respeito à diversidade dentro do ambiente de trabalho.

O painel dos presidentes contou com a participação do anfitrião Noel Prioux (presidente do Carrefour), André Araújo (presidente da Shell), Fernando Alves (presidente da PWC), Paulo Rocha (presidente da Demarest), José Eduardo Carneiro (Mattos Filho), Monica Schimenes (MCM Branding), Tânia Cosentino (Schneider Electric), Wagner Erne (Philiip Morris) e Ezra Geld (JW Thompson). Eles falaram sobre sua adesão ao Fórum, motivados pelo interesse em aprender sobre o tema, e sobre iniciativas de inclusão em suas empresas.

André Araújo, da Shell, disse que pretende ter funcionários transexuais em até um ano. “Para isso, precisamos de parcerias.”

Tânia Cosentino, da Schneider Electric, disse que a empresa é basicamente formada por engenheiros eletrônicos do sexo masculino, que se esforça para incluir não apenas LGBTs, mas mulheres em geral. “Eu gostaria que as mulheres fossem convidadas a eventos para falar sobre negócios e não sobre diversidade”, afirmou.

Para José Eduardo Carneio, da Mattos Filho, o Brasil ainda está muito atrasado na inclusão de LGBTs. “Basta ver a lista de signatárias do Fórum. A maioria é de multinacionais”, disse.

Projeto com Paola Carosella

Na ocasião, foi apresentado o projeto “Empregabilidade de Pessoas Trans – Cozinha&Voz”, um projeto do Ministério Público do Trabalho junto com a Chef Paola Carosella. O programa ensina aulas e de culinária a pessoas trans com o objetivo de inserção no mercado de trabalho formal.

Deixe um comentário