Tel-Aviv: capital gay do Oriente Médio promove a 18ª edição da Parada Gay

מצעד_הגאווה_2015._קרדיט_כפיר_סיוון

A edição 2016 da Parada Gay de Tel Aviv acontece na sexta-feira, dia 3 de junho e promete muita diversão para os mais de 100 mil participantes esperados. O evento, realizado desde 1998, já é um dos mais importantes do calendário da cidade, que foi apelidada de Capital Gay do Oriente Médio e classificada como o destino mais popular entre os viajantes gays, segundo pesquisa da American Airlines e Gaycities.

Este ano o Ministério do Turismo de Israel convidou duas estrelas para serem embaixadores do evento: Lea DeLaria, atriz com grande destaque na série de TV Orange is the New Black, e o premiado ator Alan Cumming. Os embaixadores viajaram para Israel e estão participando de toda a programação da semana, além de serem presenças garantidas na Parada. Confira os perfis dos atores nas redes sociais para fotos e comentários sobre a experiência.

Vila Galé – Fortaleza

Parada LGBT de SP chegou na 20a edição lutando contra Transfobia

A parada Gay de Tel Aviv começa em Gan Meir Park, considerado o centro comunitário LGBT da cidade e termina em uma rave em Gordon Beach, uma das partes mais bonitas da praia de Tel Aviv, onde os foliões se divertem e exibem seus extravagantes trajes.

 

Além da parada, a Pride Week conta com uma programação diversificada de eventos como o Festival de Filme Internacional LGBT, city tours voltados tanto para moda quanto para a comida vegana, show com antigos vencedores do Eurovision e ainda mesa-redonda com figuras públicas para discutir questões de interesse do público LGBT. O tema desse ano é “Mulheres da Comunidade” e muitas atividades também serão dedicadas a discutir o assunto.

 

A Pride Week em Tel Aviv não é uma iniciativa isolada. A democracia israelense e a liberdade sexual são parte da rotina da cidade podem ser vivenciadas em diversos lugares. Casamento entre casais gays é permitido, assim como adoção de crianças, sendo comum encontrar famílias homoafetivas pelas ruas. O Gay Center, localizado no parque Meir, reúne ativistas, famílias, jovens e idosos e é administrado pelo próprio governo. Há três anos, a cidade tem um time de futebol gay, o Rainball. Toda essa liberdade encontrada em Tel-Aviv a torna um destino atraente tanto para heterossexuais como para a comunidade LGBT.