Demanda de viagens em São Paulo cresceu devido a Parada LGBT

Demanda de viagens em São Paulo cresceu devido a Parada LGBT

A demanda de viajantes internacionais para São Paulo aumentou 3% na comparação entre os meses de junho de 2017 e junho de 2018 devido a Parada LGBT. Os dados são do Grupo Expedia. A procura por pacotes, que incluem hotel e passagem aérea, aliás, também registrou aumento de 3% no mesmo período comparado.

O levantamento mostrou, ainda, que os hotéis mais procurados foram os de quatro e três estrelas. Respondendo, em ambos os períodos, na média, por 23% e 60% da ocupação, respectivamente. Além disso, uma em cada três reservas foi feita via smartphone.

LEIA MAIS:
+ Kimpton Hotels & Restaurants promove bruch com RuPaul do reality Drag Race
+ Ponto Cine realiza 2ª edição da Mostra “Dialogay, respeito na diversidade”
+ Discovery Brasil celebra Orgulho LGBT com ação multiplataforma; confira

“Os turistas LGBT+ são um público que não pode ser ignorado. Assim, nós recomendamos que o setor de turismo local trabalhe o potencial deste segmento. Nossas ferramentas analíticas podem ajudar no fornecimento instantâneo de insights de mercado sobre o seu set competitivo, de forma que decisões mais acertadas podem ser tomadas para se preparar para receber um aumento de demanda de turistas vindo para aproveitar as atividades do Mês do Orgulho Gay”, comentou Freddy Dominguez, vice-presidente para a América Latina do Grupo Expedia.

Vila Galé – Fortaleza

Os visitantes

Entre os países que mais enviaram turistas para a Parada de São Paulo estão os Estados Unidos, Reino Unido, México, Espanha, França, Japão, Coréia do Sul, Argentina e Canadá. Os que registraram maior crescimento no número de participantes, contudo, foram Espanha, com 10% dos participantes em 2018, ante 3% em 2017; México, com 9% dos participantes em 2018, contra 5% em 2017; e Canadá, com 8% dos participantes, ante 4% no ano retrasado.

Além disso, no mesmo período, a demanda de viajantes domésticos subiu de 7% em junho de 2017 para quase 9% em junho de 2018. Cerca de 17,9 milhões de brasileiros se declaram homossexuais segundo estimativa da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais.

Ademais, o Grupo Expedia tem desenvolvido estratégias de marketing com a International Gay & Lesbian Travel Association (IGLTA). E expandindo, assim, o número de hotéis preparados para receber o público no inventário do portfólio já existente dentro da plataforma.

* Crédito da foto: José Cordeiro/ SPTuris


Leia também
 U in Drag: cruzeiro fluvial terá rainhas do RuPaul’s a bordo
– Sonder: Plataforma social visa enriquecer experiência de viajantes gays
–  Mendoza Holidays promove 1º Argentina Gay Ski Tour em Las Leñas

Deixe um comentário