Turismo LGBT: Revista ViaG recebe agências e operadoras para fomento do setor

Turismo LGBT: Revista ViaG recebe agências e operadoras para fomento do setor

União e mais divulgação do turismo LGBT+. Agências de viagens e operadoras se reuniram na sede da Editora Via (casa do Brasilturis Jornal e da revista ViaG), para um café da manhã, patrocinado pela Rextur Advance com apoio da IGLTA Brasil, para estreitarem a relação e debaterem sobre produtos e meios de divulgarem os roteiros.

Assim, dentre os participantes da reunião sobre soluções de turismo LGBT+ estiveram as operadoras: Rextur Advance, MH Tour, Soul Traveler, Aviva Primetour e Grupo Camar, as agências Uau e Vip Guest Brasil, as empresas de tecnologia Mais Kreativo e Sonder e a organizadora de eventos H&H Events.

“Fico super feliz em ver o mercado de turismo LGBT+ do Brasil se profissionalizando cada vez mais. Receber agentes especializados é uma honra para nós, já que a ViaG, desde 2008, é a mídia oficial do mercado de viagens LGBT+. O evento de hoje mostra o crescente interesse do trade em entender esse perfil de viajante”, destacou Alex Bernardes, diretor da ViaG.

Axel Miami – Banner

“Este é um segmento de mercado cada vez mais relevante e seguimos sempre antenados e mais conectados com a diversidade”, destacou Renata Esteves, diretora de Marketing da Rextur Advance.

Os operadores puderam divulgar seus produtos e conhecer as demandas das agências LGBT+

Dentre os pontos discutidos ao menos um tópico foi unânime: a falta divulgação. Para Marcos Destro, diretor de Vendas e Marketing da agência Uau, especializada em turismo LGBT+, os roteiros de viagens especializados para este público são pouco disseminados, mas crê que a reunião na Editora Via possa resultar em ações conjuntas.

“Conseguimos reunir tanto agências especializadas, operadoras de turismo e a mídia, com a revista ViaG, que são tudo que precisamos para começarmos a nos organizar e apresentar novos produtos, formatados ao longo do semestre, para vendê-los em 2020”, apontou.

“Queremos frisar para o mercado que o turista LGBT+ não é apenas o consumidor de produtos premium, mas que também realiza viagens convencionais e ele precisa tomar mais conhecimento da existência de roteiros de nicho”, apontou Clóvis Casemiro, coordenador no Brasil da IGLTA.

+Fórum de Turismo LGBT se consolida como mais importante do segmento no Brasil
+Buenos Aires será palco da 12º Edição do GNETWORK 360 acontece na próxima semana

Operadoras e produtos LGBT+

Algumas das operadoras que participaram da reunião na Editora Via apresentaram alguns dos seus produtos especialmente montados para o turismo LGBT+ dos quais as agências de viagens especializadas presentes puderam conferir.

“Hoje a Rextur Advance tem uma capilaridade muito grande e oferecemos opções de bloqueios aéreos para grupos, além de facilidades com ferramentas B2B e B2C”, disse Fernando Lermi, gerente regional de Vendas da Rextur Advance.

“Por sermos uma operadora de turismo pequena, decidimos focar em produtos de nicho e bem diferentes que muitos não vendem, como um roteiro de degustação de whiskey na Escócia, para pessoas no meio LGBT+ que se intitulam ‘ursos’”, apontou Marcelo Michieletto, diretor operacional da MH Tour.

“Foi uma iniciativa super interessante de unirmos, cada vez mais, o segmento para que ele tenha mais força no Brasil. Atualmente, estamos focados em Colômbia que conta com muitas opções de produtos LGBT+ em Cartagena, San Andreas e Bogotá”, apontou Luis Calle, CEO do Grupo Camar.

“Notamos que o mercado segmentado rende muito mais e já oferecemos uma parte dedicada ao público LGBT+ em nosso portfólio, com produtos que já se tornaram referência. Hoje, nosso foco é trabalhar cada vez mais com grupos”, disse Fábio Vazzi, especialista de grupos da Soul Traveler.

Veja quem participou:

 

Deixe um comentário