Conselho escolar remove livro de bibliotecas no Canadá por conteúdo LGBT

Conselho escolar remove livro de bibliotecas no Canadá por conteúdo LGBT

Após anunciar uma moeda comemorativa de descriminalização homossexual, o Canadá parece ter dado um passo para trás. Mas, desta vez, não em relação ao projeto das moedas. O Conselho Escolar Católico de Ottawa retirou um livro de bibliotecas devido o conteúdo LGBT+.

Os pais dos estudantes do ensino fundamental se queixaram do livro “Drama”. Escrito em 2012 pela também ilustradora Raina Telgemeier, a trama se concentra em uma adolescente.

A jovem estudante está tentando conseguir um papel em sua produção teatral no ensino médio. Mas em uma das histórias paralelas do livro apresenta dois garotos atraídos um pelo outro. E, em dado momento, os dois compartilham de um beijo no palco durante a produção.

Spring Break Festival

O romance foi apontado pelos editores do New York Times como um dos melhores livros sobre a temática. Além disso, recebeu o prêmio de “Livro de Honra” do Stonewall Book Award em 2013 por sua interpretação dos temas LGBT. O distribuidor de livros infantis, Scholastic Canada, aliás, classifica Drama como apropriado para leitores de 10 a 14 anos de idade.

Alegação do conselho

Apesar disso, o coordenador do conselho escolar, Robert Long, ordenou a remoção do livro das prateleiras das bibliotecas nas escolas elementares. Ele também ordenou que todas as cópias do livro fossem transferidas para bibliotecas em escolas de alunos com mais de 13 anos.

Ainda segundo Long, a decisão foi tomada no nível do conselho escolar por um “coordenador de religião”. A razão para remover o livro foi “não necessariamente para conteúdo LGBT”. Ele aponta que o “problema” seja o conteúdo real do relacionamento.

Leia mais Notícias.

Deixe um comentário