Transempregos: cresce empregos formais a travestis, transexuais e crossdressers

Transempregos: cresce empregos formais a travestis, transexuais e crossdressers

A Transempregos tem garantindo um número cada vez maior de empregos formais para a comunidade LGBT+. Visto que o mercado de trabalho tende a ser bastante hostil com travestis, transexuais e crossdressers, e ainda há um abismo entre públicos minoritários e o mercado de trabalho.

Ele publica vagas divididas entre emprego, estágio e freelancer, em empresas comprometidas com a diversidade sexual. Há oportunidades nas mais diferentes áreas, seja aquelas que demandam especialização ou não. Além disso, tem contado com um número cada vez maior de empresas parceiras.

No ano passado, ao Uol, a fundadora, Maite Schneider, revelou que em 2014, apenas 12 empresas eram cadastradas na plataforma, número que saltou para 46. Entre elas, aliás, 15 também buscam acompanhamento periódico para a inclusão de trans no ambiente de trabalho. O número de contratações, aliás, cresceu 300%.

Spring Break Festival

Transempregos

A Transempregos é uma organização que cria parceria com empresas para facilitar o acesso de pessoas trans ao trabalho. Desde o início de suas atividades, muitas pessoas já conseguiram postos de trabalho formais. Com o grande preconceito que ainda está nas instituições, a população trans encontra grandes dificuldades para conseguir um emprego. Descubra mais aqui.

Leia mais Notícias.

Deixe um comentário