MTur estima 75,5 milhões de viagens nacionais durante o verão

MTur estima 75,5 milhões de viagens nacionais durante o verão

Segundo o Ministério do Turismo, 75,5 milhões de viagens serão realizadas entre dezembro e fevereiro, o que representa um aumento de 2% em relação ao período anterior. A Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav) também estima tal crescimento e um acréscimo de 18% a 20% nas vendas neste verão.

“Tenho batido muito nesta tecla, de que o turismo é um celeiro de respostas positivas pois tem uma capacidade incrível de influenciar positivamente a economia. O aumento do número de viagens gera mais oportunidades de geração de empregos temporários e movimenta o comércio e equipamentos turísticos nas nossas cidades”, avalia o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz.

Para a Abav, as vendas devem manter as mesmas proporções do ano passado: 60% nacionais e 40% internacionais. “Tivemos uma instabilidade cambial importante este ano, revertida agora, e a projeção é de que a demanda reprimida dos meses anteriores se concretize em vendas para a alta temporada”, comenta Magda Nassar, presidente em exercício da entidade.

Axel Miami – Banner

Destinos do Verão

Os estados mais visitados no períodos de festas de fim de ano são São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Santa Catarina e Minas Gerais. Outros destinos que também deverão receber expressivos volumes de turistas, segundo a projeção do MTur, são Rio Grande do Sul, Paraná, Ceará, Pernambuco e Goiás.

Os destinos de sol e praia lideram a preferência. No Nordeste, estão na dianteira destinos como Porto Seguro, na Bahia, bem como Fortaleza, Maceió, Salvador e Natal. Outros destaques são Foz do Iguaçu, no Paraná; Caldas Novas, em Goiás; e Balneário Camboriú, em Santa Catarina, por conta dos parques aquáticos e de diversão.

De acordo com um estudo da Decolar, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Natal são os destinos nacionais preferidos dos viajantes no Ano Novo. O ranking dos dez principais se completa com Foz do Iguaçu, Recife, Florianópolis, São Paulo, Fortaleza, Vitória e Salvador.

Deixe um comentário