MTur estima 75,5 milhões de viagens nacionais durante o verão

MTur estima 75,5 milhões de viagens nacionais durante o verão

Segundo o Ministério do Turismo, 75,5 milhões de viagens serão realizadas entre dezembro e fevereiro, o que representa um aumento de 2% em relação ao período anterior. A Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav) também estima tal crescimento e um acréscimo de 18% a 20% nas vendas neste verão.

“Tenho batido muito nesta tecla, de que o turismo é um celeiro de respostas positivas pois tem uma capacidade incrível de influenciar positivamente a economia. O aumento do número de viagens gera mais oportunidades de geração de empregos temporários e movimenta o comércio e equipamentos turísticos nas nossas cidades”, avalia o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz.

Para a Abav, as vendas devem manter as mesmas proporções do ano passado: 60% nacionais e 40% internacionais. “Tivemos uma instabilidade cambial importante este ano, revertida agora, e a projeção é de que a demanda reprimida dos meses anteriores se concretize em vendas para a alta temporada”, comenta Magda Nassar, presidente em exercício da entidade.

Spring Break Festival

Destinos do Verão

Os estados mais visitados no períodos de festas de fim de ano são São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Santa Catarina e Minas Gerais. Outros destinos que também deverão receber expressivos volumes de turistas, segundo a projeção do MTur, são Rio Grande do Sul, Paraná, Ceará, Pernambuco e Goiás.

Os destinos de sol e praia lideram a preferência. No Nordeste, estão na dianteira destinos como Porto Seguro, na Bahia, bem como Fortaleza, Maceió, Salvador e Natal. Outros destaques são Foz do Iguaçu, no Paraná; Caldas Novas, em Goiás; e Balneário Camboriú, em Santa Catarina, por conta dos parques aquáticos e de diversão.

De acordo com um estudo da Decolar, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Natal são os destinos nacionais preferidos dos viajantes no Ano Novo. O ranking dos dez principais se completa com Foz do Iguaçu, Recife, Florianópolis, São Paulo, Fortaleza, Vitória e Salvador.

Deixe um comentário