Seis dicas do que fazer numa longa viagem dentro do avião

Seis dicas do que fazer numa longa viagem dentro do avião

Viajar para qualquer lugar do mundo é um momento de muita alegria. O que costuma desanimar algumas pessoas é o tempo de viagem, a impaciência e os incômodos que uma longa viagem dentro de um avião pode causar. Para isso, é importante se preparar para que este período seja proveitoso e também faça parte de uma viagem incrível e marcante.

A partir desse contexto, Lucas Estevam, influenciador digital de turismo e fundador do blog Estevam Pelo Mundo, traz seis dicas para você, que já planejou seu roteiro de viagem, mas que ainda tem dúvidas do que fazer dentro do avião.

Confira:

Faça uma lista do que deve ser levado na bagagem de mão

É importante listar os objetos, como por exemplo carregador portátil para o celular, papel, caneta, cartão de crédito, blusa de frio, papel higiênico, dentre outros itens. Isso porque é sempre bom estar prevenido para qualquer situação, seja um descarregamento de bateria, uma compra a bordo que precisa ser efetuada com o cartão, o ar condicionado ligado, uma necessidade de ir ao banheiro… Vale se precaver para não passar por apuros depois. Travesseiro de viagem (aquele de pescoço), protetor de olhos e de ouvidos, fone de ouvido são itens de conforto, que também proporciona uma viagem mais tranquila ao viajante. Vale ressaltar que muitas companhias aéreas costumam disponibilizar grande parte dos itens, mas tem pessoas que preferem levar o seu pessoal.

Baixe filmes e músicas offline

Caso tenha algum filme que goste bastante e queira rever, aproveite para fazer isso no avião. A Netflix, por exemplo, tem a opção de baixar sérias e filmes offline e nesse caso não corre o risco de ficar refém do entretenimento a bordo. Os serviços de streaming musical também são uma excelente maneira de gastar o tempo. Baixe playlists offline, faça a sua própria playlist e ouça as preferidas durante o voo. Vale lembrar ainda que, em sua última viagem para Chicago, pela United Airlines, Estevam aproveitou os benefícios da companhia aérea para assistir Mamma Mia, no próprio dispositivo de sua poltrona, mas não são todas as companhias e nem todas as viagens que oferecem essa opção para o cliente. “É muito comum o viajante sempre optar por um filme ou série que já conhece ao invés de explorar algo novo, independente das opções disponíveis. Friends, por exemplo, é uma série que todo mundo gosta de rever no avião”, comenta Estevam.

Leve um livro, cruzadinha, Sudoku com você

A companhia de um bom livro, seja um e-book ou o tradicional, também vai ajudar no tédio que parece ser uma longa viagem de avião. Guias de Viagens, principalmente sobre o destino que vai viajar, são alguns dos preferidos de Estevam, por exemplo. Caso não seja muito fã de uma leitura, procure levar uma cruzadinha ou um sudoku. Não haverá arrependimento e o tempo será de qualidade.

Baixe aplicativos de games

Isso é válido para quem vai sozinho ou quem viaja com crianças. Normalmente, são os pequenos que ficam mais impacientes com as viagens, principalmente as mais duradouras. Portanto, vale a pena verificar algumas opções de joguinhos para que eles possam ficar entretidos e ajudar a controlar a ansiedade ou até mesmo a paciência.

Movimente-se dentro do avião

Ficar sentado é cansativo. Voos longos te fazem cansar e, mesmo que passe o tempo todo sentado em uma poltrona confortável, é importante levantar em alguns momentos, nem que seja para fazer um pequeno tour pelo corredor da aeronave. Caso passe por uma turbulência, tente sacudir levemente o seu corpo, pois isso vai amenizar a tensão e vai te fazer sentir menos o impacto. Se nunca fez, experimente!

Acompanhe a viagem pela TV do avião

Muitos dos voos longos possibilitam que o viajante acompanhe todo o processo até o destino tanto por quilometragem percorrida quanto por tempo. É uma forma muito interessante, inclusive, de pensar em como é o processo que as companhias aéreas usam para a decolagem e a chegada do voo. “Muitos viajantes não acreditam no quanto esse processo do voo é monitorado. Estive no centro de operações da United em Chicago, nos Estados Unidos, recentemente e o trabalho feito para o monitoramento dos voos em todos os aeroportos do mundo é muito peculiar e organizado. Para a gente parece simples, mas há uma equipe imensa que contribui para que a viagem seja a mais perfeita possível. É muito interessante pensar em todo esse processo enquanto estamos viajando”, conclui Estevam.

Deixe um comentário