Eva Wilma e Suely Franco discutem a solidão na comédia “Quarta-Feira, Sem Falta, Lá Em Casa”

Eva Wilma e Suely Franco discutem a solidão na comédia “Quarta-Feira, Sem Falta, Lá Em Casa”

Debruçada sobre um tom divertido de comédia, “Quarta-feira, sem falta, lá em casa” discute a solidão e a maneira como lidamos com ela. É através de Alcina (Eva Wilma) e Laura (Suely Franco), que esse texto de 1976 levanta argumentos tão pertinentes à condição humana e suas relações para abordar de maneira sensível questões relacionadas à terceira idade e as dificuldades em lidar com as gerações mais novas. Estreia dia 5 de outubro, sexta-feira, às 21h, no Teatro Porto Seguro, em São Paulo.

Amigas há mais de quarenta anos, Alcina e Laura se reúnem todas as quartas-feiras para jogar conversa fora e tomar um chá. Durante os papos, as duas senhoras falam amenidades em assuntos relacionados à família, vizinhos, amigos, amores e sobre o passado que as une. Um saudosismo cheio de sentimento e vida.

Um dia, entretanto, no meio de uma dessas conversas nostálgicas, elas descobrem que não sabem tanto assim uma da outra. Vêm à tona um clima que oscila entre o tenso e o descontraído, permeado por segredos insuspeitáveis e lembranças “apagadas”, o que coloca em xeque o ”mito da melhor amiga”.

Reveillon Rio 2019

Outro ponto que contribui para a acalorada e divertida discussão é que as amigas, no fundo, têm personalidades bem distintas. Alcina, a mais velha, é faladeira e impulsiva, uma figura ingênua e de moral conservadora, que casou e teve filhos e netos, exatamente como manda a “tradição”. Já sua amiga, Laura, nunca se casou. Ela tem uma personalidade mais racional e irônica, e desfrutou a vida livre de preconceitos e de maneira mais independente.

Deixe um comentário