Parada LGBT de Brasília cresce, vira festival e anuncia data

Parada LGBT de Brasília cresce, vira festival e anuncia data

Tem novidade na Parada LGBT de Brasília, a terceira mais antiga do gênero no Brasil. A partir de 2018, a marcha e todos os eventos a ela ligados nos dias anteriores comporão um festival de nome Brasília Orgulho.

Por 20 anos, a marcha em si foi o destaque nas peças de divulgação, e toda a programação cultural, social e política era colocada como adjunta à parada. Com o festival Brasília Orgulho, todas atividades se somarão de forma mais alinhada

E prepare-se: em 2018, a marcha, que vai para sua 21º edição e que finaliza o Brasília Orgulho, será realizada no domingo 1º de julho. A concentração será feita em frente ao Congresso Nacional.

Axel Miami – Banner

Como fruto do conceito de festival, cada edição da celebração do Dia do Orgulho LGBT na capital federal não terá mais uma arte específica. Será utilizada apenas a logomarca do festival, que é cheia de significados: o coração representa tanto o amor – um dos focos do movimento LGBT – quanto o fato de a caminhada ser feita no coração geográfico e político do Brasil. Além disso, as letras desalinhadas simulam os movimentos dos participantes da marcha ao dançarem.

A utilização de logomarca única tem como objetivo fortalecer a relação do público com as atividades organizadas pela Associação da Parada do Orgulho LGBT de Brasília, tornar mais direta a identificação e criar souvenirs que produzam renda à organização.

O potencial é gigantesco: a marcha LGBT de Brasília é o maior evento de direitos humanos e o segundo maior de rua da capital federal. Em 2017, reuniu cerca de 60 mil pessoas.

Deixe um comentário