Expocannabis Uruguai espera atrair estrangeiros interessados no tema em dezembro

Expocannabis Uruguai espera atrair estrangeiros interessados no tema em dezembro

O Uruguai é modelo para países que buscam atualizar e melhorar suas políticas de drogas. Esta iniciativa coloca o país na mira de milhares de interessados nacionais e estrangeiros. Por isso, a Expocannabis Uruguai 2017 será a oportunidade para viver in loco a experiência uruguaia e participar de debates e mesas redondas sobre o tema. Profissionais, ativistas, empresários, acadêmicos e especialistas da área compartilharão três dias de intercâmbios, análises, conhecimentos e debates sobre avanços da indústria e do mercado.

O evento acontecerá em Montevidéu nos dias 8, 9 e 10 de dezembro de 2017. Trata-se da plataforma de informação e articulação sobre cannabis mais importante da região. Tem como objetivo a desmitificação do cannabis e a desestigmatização de seus usuários. A cada edição, o evento coloca o foco em diferentes aspectos da planta para ampliar o espectro de seus usos e mostrar as potencialidades medicinais e industriais.

Reúne milhares de pessoas interessadas em saber mais sobre a cannabis: ativistas, cientistas, acadêmicos, empresários, organizações estatais e ONGs. Tem crescido ano a ano, se posicionando como uma referência na região, com grande apelo em todo o mundo. É o único evento do setor apoiado pelo Estado graças à qualidade da informação e ao seu papel central como criador de um espaço de articulação para o desenvolvimento de uma nova indústria.

Inclui um ciclo de conferências com especialistas de todo o mundo, oficinas práticas, um Laboratório de Cannabis e um Consultório de Orientação em Cannabis Medicinal. Ao mesmo tempo, haverá um espaço com mais de 60 stands nacionais e internacionais e um vasto cronograma de propostas artísticas e musicais.

Destaques da programação:

O tema da Expo 2017 é o cultivo, então os participantes vão poder conhecer de perto como é o cultivo da cannabis, dicas e sugestões de como realizá-lo em um workshop de cultivo aberto durante os 3 dias de evento.

Também durante todo o evento haverá um Consultório Médico onde os visitantes poderão tirar dúvidas a respeito do uso medicinal da cannabis, como funciona e como consegui-lo.

Dois palestrantes brasileiros já foram confirmados:

  • Fabricio Pamplona, cientista especializado em Psicofarmacologia, premiado pela Sociedade Brasileira de Neurociência devido a sua pesquisa sobre o perfil terapêutico de extractos a base de Cannabis para crianças com epilepsia.
  • Matías Max, jornalista e fotógrafo que em 2017 ganhou uma bolsa da Agencia Pública para conhecer cultivos ilícitos de marijuana no Paraguai e escrever dois reportagens sobre o tema. Além disso, Matías é organizador da Marcha da Marijuana no Rio de Janeiro desde 2007 e desde 2012 edita SemSemente, a primeira revista impressa sobre marijuana no Brasil.

A programação pode ser conferida no site www.expocannabis.uy. As entradas já estão a venda via web e custam 9 dólares por dia ou 22 dólares pelos três dias.

Venda de cannabis no Uruguai

Em um intenso 2017, o Uruguai dá grandes passos na implementação da lei que regula e controla a cannabis. No dia 19 de julho, o Uruguai abriu a terceira via de acesso à cannabis legal, estipulada na lei 19.172: a venda nas farmácias.

O cultivo pessoal e os clubes de associações – as outras duas vias de acesso – já funcionavam segundo o esperado desde 2014, com 6.948 e 63 registros, respectivamente.

Os uruguaios e estrangeiros residentes aptos para comprar cannabis nas farmácias são cerca de 5 mil, um número que cresce diariamente.

Deixe um comentário