Café Filosófico debate sobre relações homoafetivas na literatura

Café Filosófico debate sobre relações homoafetivas na literatura

A homoafetividade, um tema muito polêmico abordado nas rodas de discussão de família, trabalho e mídias sociais, será desmistificada num bate-papo entre o escritor, jornalista e professor, Marco Moretti e o professor, Jamil Alves, mestre em linguística aplicada pela PUC/SP. Ambos participam do Café Filosófico com o tema “As relações homeafetivas na literatura brasileira e universal” que será realizado na Livraria Saraiva do Shopping Pátio Paulista, nesta sexta-feira, 14 de outubro, a partir das 14h00.

Marco Moretti
Marco Moretti

A questão da sexualidade sempre foi tratada com muito tabu pela sociedade, por questões que estão impregnadas na cultura da população. Trata-se de um assunto tratado até mesmo na Bíblia onde foi discutido e demonstrado. No livro “Os Conquistadores”, escrito por Marco Moretti, o tema é um dos aspectos centrais da trama. Um triângulo amoroso gay traz um enredo carregado de sentimentos como ciúmes, tensão, ódio e vingança. Com trechos ousados, que relatam a situação dos personagens, o livro causou polêmica.

O escritor não foi o único a abordar o assunto. Guimarães Rosa, Oscar Wilde, Herman Melville, Thomas Mann, e tantos outros, também acrescentaram a relação homoafetiva em suas obras. “É importante debater sobre o tema. Temos que entender como é que a questão ainda é tão problematizada, sendo tão comum desde os primórdios da literatura”, destaca Moretti.

Vila Galé – Fortaleza

O Café Filosófico com o tema “As relações homoafetivas na literatura brasileira e universal” vai falar a respeito e discutir sobre como esse tema foi abordado pelos autores no decorrer dos tempos.  Após o café, o autor fará uma sessão de autógrafos do livro “Os Conquistadores” com seus apreciadores.

A obra “Os Conquistadores”

É um livro inovador até mesmo na literatura contemporânea, pois é o único com um  modelo de narração e interatividade, além de seu conteúdo diferenciado. A obra remonta ao século XVI, por meio da ficção, para mostrar a origem dos problemas que ainda são atuais, como a corrupção e a ambição dos detentores do poder.

Apesar de ser um livro de ficção, Moretti colocou na obra nomes, dados e procedimentos que realmente existiram. O conjunto do livro pode ser utilizado como material de apoio a aulas que abordam o tema, uma vez que é instrutivo e estimulante, fugindo da convencional leitura que entedia o público jovem.

SERVIÇO

Café Filosófico “As relações homoafetivas na literatura brasileira e universal
Local:
Livraria Saraiva, no Shopping Pátio Paulista, Rua Treze de Maio, 1947 – Bela Vista – São Paulo.

Data: 14 de outubro, sexta.

Horário: das 14h00 ás 16h00

Entrada franca.

Equipe da Redação