Turismo LGBT: Descubra Hallstatt, um dos cartões postais da Áustria

Turismo LGBT
A pequena Hallstatt é patrimônio mundial pela UNESCO

Fora do circuito tradicional da capital Viena, a pequena Hallstatt apaixona turistas do mundo todo. Há pouco mais de duas horas de Viena, o trajeto até lá é feito de trem. No caminho, rios e montanhas esculpidos pela natureza inspiram os olhos pela beleza e transmitem uma atmosfera de tranquilidade. Na chegada, em uma pequena estação, um barco a motor fica a espera dos passageiros e os levam pelo lago Hallstater até a vila de aproximadamente 950 habitantes. O cenário é de novela e perfeito para dias de romantismo.

Turismo LGBT
Lago Hallsttater

Antes de tornar-se destino turístico, Hallstatt era mundialmente conhecida por possuir a mina de sal mais antiga do planeta com sete mil anos de história. Hoje, além da exploração do sal, o local tornou-se atração turística e conta agora com um moderno teleférico, de vista panorâmica, que leva turistas ao topo da montanha de Salzwelten.

O passeio por entre túneis, de aproximadamente uma hora e meia, desvenda lagos subterrâneos. Nas paredes internas, projeções contam parte da história local e as modificações ao longo dos séculos. O ponto alto é a transição entre um nível e outro da caverna que é feito através de um escorregador de madeira. Ao final, uma espécie de minitrem de ferro corta um apertado corredor levando os turistas à saída.

Turismo LGBT
A subida até a montanha pode ser feita de furicular ou a pé

No topo da montanha, um mirante a beira do precipício proporciona uma visão incomparável do lago e da pequena cidade que parece de brinquedo. Contemple a paisagem e renove as energias aproveitando pratos deliciosos do restaurante local.

Na volta vale um passeio pelas pequenas ruas que formam o vilarejo. Casinhas com fachada florida parecem ter saído de contos de fada. Cercada por montanhas, a vila é um silêncio total apenas quebrado pelo sopro do vento e as badaladas dos sinos das duas igrejas, uma católica e outra protestante.

Turismo LGBT
A cidade de Hallstatt é tão encantadora que foi copiada na China

Ao lado da Igreja São Michel está outra atração um tanto quanto pitoresca, o cemitério. Uma capelinha ao fundo guarda ossadas de centenas de moradores que viveram ali. As ossadas removidas dos túmulos por falta de espaço foram guardadas na pequena capela, e em 1720 uma moradora decidiu pintar os crânios para identificar as relíquias. A ideia agradou e acabou tornando uma tradição local que se findou em 1995.

Turismo LGBT
Ossada de antigos moradores

Hallstat é atraente em qualquer época do ano. Com estações bem definidas, no verão e na primavera o calor alcança altas temperaturas tornando possível nadar nas águas refrescantes do lago Hallstatter See. No outono o clima ameno é perfeito para passeios pelas montanhas, e no inverno, a neve que cai deixa o cenário igualmente belo, muitos turistas chegam para praticar o ski.

Turismo LGBT
Uma das vistas mais fotografadas de Hallstatt

Uma opção de hospedagem é o Heritage Hotel. Todos os quartos têm vista para o lago e as montanhas. O restaurante do hotel é um dos mais procurados por servir delicias típicas da culinária austríaca, além de selecionada carta de vinhos que podem ser degustados na área externa. Lugar ideal para contemplar as estrelas que colorem o céu com pontinhos iluminados em um jantar pra lá de romântico.

Turismo LGBT
Heritage hotel a beira do lago