Concurso da PMPE muda regras para transexuais

 

 

PM

Axel Miami – Banner

A partir de agora, travestis, transexuais e homens trans, vão poder participar do concurso da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE). Em audiência realizada esta semana entre o Ministério Público do Estado e a Secretaria de Defesa Social, ficou decidido que o edital do concurso deve ser alterado. De acordo com o promotor de direitos humanos do MPPE, Maxwell Vignolli, o edital original retira o direito de pessoas transgêneros serem admitidas, ao prever a eliminação de quem apresentar patologias constantes na classificação internacional de doenças e problemas relacionados à saúde, adotado pela organização mundial da saúde (OMS). Para o promotor, o fato de uma pessoa ser transexual, não impede de exercer uma função policial.

O Concurso da PM – PE era um dos mais aguardados. Serão contratados 1.500 profissionais para o cargo de Soldado, com exigência de ensino médio completo. Durante o Curso de Formação e Habilitação de Praças, com duração média de seis meses, o salário será de R$ 970,42. Após a conclusão do curso de formação, o Soldado da PM receberá remuneração de R$ 2.319,88. Avaliação está marcada para o dia 29 de maio e os locais de prova já estão disponíveis no site.
Com informações CBN Recife

Deixe um comentário