Descubra o que fazer em Estocolmo, a cidade terá um verão gay inesquecível

Stockholm

A linda capital Sueca terá um verão agitadíssimo, tudo por causa de dois grandes eventos LGBT que irão acontecer durante os meses de junho e agosto. Pensando nisso, nós já nos antecipamos e trazemos as melhores dicas do que fazer em Estocolmo.

O primeiro evento é o Estocolmo Pride. A festa terá a duração de uma semana, e acontecerá de 27 de julho a 1 de agosto. Já o segundo evento, o EuroGames, vem logo na sequência e promete esquentar ainda mais o verão sueco e acontecendo de 5 a 9 de agosto.

Axel Miami – Banner

Para a cidade, a realização do EuroGames é a coroação de um forte trabalho de apoio a comunidade e ao turismo LGBT. Durante anos, Estocolmo vem abraçando os visitantes gays e a Suécia foi um dos primeiros países da Europa a aprovar o casamento igualitário em 2009. Esse ano, a capital da Suécia recebeu o prêmio britânico de melhor destino LGBT.

Cidade de beleza impressionante, Estocolmo é construída sobre 14 ilhas e ligados entre si por 57 pontes.

Se tudo isso te convenceu de visitá-la, nossa dica é que você comece passeando pelas ruas de SoFo. Este é um bairro super-cool na ilha de Södermalm. A região tem uma atmosfera moderna repleta de lojas alternativas, cafés e bares. Não deixe de experimentar alguns caramelos de Parlans Konfektyr. Os quitutes são feitos artesanalmente e são de lamber os dedos.

Pegue uma balsa. O melhor ponto de observação para admirar a beleza de Estocolmo é a partir da água. Quando se cansar da vista, o que eu acho difícil, de uma passada na  Thiel Gallery. A mansão impressionante na illha Djurgården foi transformada em um refúgio criativo.  Ernest Thiel criou a casa para que ele pudesse compartilhar sua coleção de obras de arte com o povo de Estocolmo, uma prática comum na Suécia. Para os suecos, a arte deve ser um bem comum, para que todos tenham acesso.

Outra atração imperdível é Fotografiska. O local apresenta exposições temporárias dos principais fotógrafos do mundo. O edifício histórico foi recentemente restaurado.

Por favor, não deixe de tomar o Fika. O Fika é um ritual sueco  em tono do café, um uma forma civilizada de coffee break – acompanhado de um bolo de canela. Há inúmeras opções nos arredores de Estocolmo.  A dica é fazer seu Fika  no  Chokladkoppen, o café gay friendy localizado na ilha de Gamla Stan, mais conhecida como  Cidade Velha, onde está o Palácio Real, um dos cartões postais mais famosos da cidade. O cenário é inspirador.

Orgulho sueco, o ABBA é um dos ícones do país. A paixão por eles é tão grande que rendeu até um museu próprio para celebrar a carreia do grupo. A vista ao museu é divertidíssima, mesmo para quem não é lá muito fã da banda. A exposição é totalmente interativa. Você pode gravar uma das canções, ouvi-la,  se não ficar do seu agrado, pode regravá-la novamente. Se quiser ir mais além, é possível até gravar um clipe que depois é fundido com a versão original e você se torna um membro do ABBA. Visite o site aqui.

Porém, a atração mais popular de Estocolmo é o Museu Vasa. No local fica um navio de guerra de madeira maciça que afundou durante  a viagem inaugural em 1628. Super preservado, a visita é uma oportunidade única para apreciar passado marítimo da Europa.

Em  Estocolmo  não há “bairro gay ‘específico e maioria dos locais são muito misturado e acolhedora de todos. Revista da cidade QX é um bom guia para o que é e para onde ir, ou peça conselho ao seu concierge do hotel.

Mas nos listamos aqui algumas opções:

Mälarpaviljongen 

King Kong

Wonk

Para mais informações viste o portal gay de Estocolmo: www.gaylesbian.visitstockholm.com

Deixe um comentário