Fim da exigência de visto de brasileiros nos EUA seria benéfico para o Tio Sam

Se um brasileiro está com o seu passaporte em dia, ele pode fazer as malas e visitar 26 países da Europa, toda a América, parte da África, entre outros locais, sem a necessidade de pedido de visto. Isso ainda não é possível nos Estados Unidos. Uma pesquisa feita pela Partnership for a New American Economy demonstra que com tal embargo o Tio Sam está deixando de ganhar dinheiro. O fim da exigência pode gerar uma receita adicional de turismo no valor de 5,57 bilhões de dólares.

O estudo também inclui estimativas para África do Sul, Hong Kong, Polônia, Israel e Turquia, países em que a exigência de visto é mantida. Se todos esses locais passassem a fazer parte do Visa Waiver, o ganho com turismo poderia ser de 7,65 bilhões de dólares (20,6 bilhões de reais) nos próximos cinco anos.

A grande população do Brasil e o seu PIB crescente fazem a diferença na hora da soma. O lucro gerado por brasileiros na projeção corresponderia à mais de 70% do valor total. A pesquisa também aponta que a inclusão do país no Visa Waiver criaria 36.766 postos de trabalho adicionais no setor turístico, de um total de 50.526. Pelo jeito, o Tio Sam anda perdendo um filão de mercado e tanto.

Deixe um comentário