Descubra as 5 praias mais gay friendly do Brasil para curtir o calorão

O Verão ainda nem chegou e as temperaturas em todo Brasil já batem a casa dos 35º graus. As previsões são de que essa temperatura se mantenha ao longo dos próximos 6 meses. Com um litoral de 7.408 km banhado pelo Atlântico, o País possui uma infinidade de praias para quem busca se refrescar, porém nem todas elas têm boa aceitação ao público gay. Para facilitar ‘o caminho das pedras’, listamos as cinco praias mais gay friendly do Brasil.

 


Ipanema – Rio de Janeiro (RJ)

 Ipanema praia gay friendly

Imortalizada pela canção de Vinícius de Moraes e Tom Jobim, Garota de Ipanema, a praia é um dos cartões-postais da cidade. Convidativa em todos os momentos. Seja para curtir o mar, fazer uma caminhada ou pedalar pela ciclovia. Em 2009, Rio de Janeiro foi considerado o melhor destino gay do mundo. A praia de Ipanema, especialmente o Posto 9, é onde a liberdade impera. O lugar que durante muito tempo foi fervo da esquerda carioca, tem bandeira gay.

É onde a paquera rola solta. Gringos e nativos aproveitam o clima para trocas de olhares e, despertando o interesse, aproximam-se um do outro a fim de engatar uma conversa para, quem sabe, um encontro à noite nas baladas da Zona Sul ou na Lapa. Bem próximo tem a Farme de Amoedo, rua gay onde se concentram lanchonetes, docerias, bares e botecos. Vale dar uma parada e esticar aquele papinho que começou na areia da praia.

Boa Viagem – Recife (PE)

 Boa Viagem praia gay friendly

É a praia urbana mais famosa do Recife e um dos pontos GLS do litoral brasileiro. Tem aproximadamente 7 km de extensão. Fica entre a praia do Pina e Piedade.

O trecho entre o antigo Hotel Savaroni e o Edifício Acaiaca (entre as ruas Félix de Brito Melo e Bruno Veloso) é onde o gay vai se sentir  em casa. Uma bandeira do arco-íris sinaliza que a diversidade é bem-vinda.  Diferente de algumas praias, na de Boa Viagem você verá ambulantes passando com caldinho, ovo de codorna, ostra, amendoim (torrado e cozido) e, claro, os quiosques vendendo peixe frito e cerveja gelada para aguentar o calorzão da cidade.

 

Praia Mole – Florianópolis (SC)

 Praia Mole gay friendly

Tradicional point de surfistas, a praia Mole, assim chamada devido a areia solta e macia, é um dos destinos mais cobiçados. Florianópolis é considerada a Ibiza brasileira e o terceiro destino gay no Brasil, depois de Rio de Janeiro e São Paulo.  Muitos turistas, principalmente paulistas e argentinos, procuram a cidade para mudar os ares e apreciar os encantos naturais. A paquera gay rola aos arredores do bar do Deca. Com tantas belezas naturais, tanto da praia quanto dos corpos sarados, fica difícil dar atenção exclusiva para uma beleza dentre tamanha perdição.

 

Itararé – São Vicente (SP)

 São Vicente praia gay friendly

 

A uma hora de São Paulo está a praia do Itararé, nas proximidades da Ilha Porchat, onde se concentra o maior público LGBT da Baixada Santista. Principalmente no famoso quiosque da Cris, reduto de paquera, diversão e onde eles e elas se sentem à vontade.

Para quem gosta de “fritar no sol” vale a pena alugar uma cadeira de praia na altura do quiosque e depois ir para uma mesa curtir o som ao vivo que rola frequentemente.

 

Porto da Barra – Salvador (BA)

 Porto da Barra praia gay friendly

A cidade tem uma extensa orla que vai da Barra até a zona norte.  A praia do Porto da Barra, região central, é a segunda maior do bairro da Barra. Interliga o centro urbano  e é uma das mais concorridas da cidade. Tem uma das enseadas mais bonita e charmosa. Por possuir muitas pedras, não é aconselhável o banho, mas em compensação o público gay frequenta os quiosques que dão vista para o mar. Nessa área o turista pode apreciar a região e tirar fotos com os faróis do Forte de Santa Maria e de São Diogo ao fundo.